Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 28 de novembro de 2009

'Folha de S.Paulo' inventa o 'Jornalismo Cafajeste'!!


Depois do festival de sujeira, baixaria e imundície que foi o artigo medíocre, canalha, desonesto e mentiroso escrito por César Benjamim na 'Folha' de ontem, na qual fez um acusação absolutamente nojenta, e que não é confirmada por mais ninguém, ao Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o jornalista e blogueiro Luiz C. Azenha atacou duramente Otávio Frias Filho e o chamou de cafajeste. Aliás, ele o fez e com muita propriedade.

Esclareço que este blog recusa-se a publicar o teor da acusação feita por César Benjamim ao Presidente Lula, mas basta acessar blogs como os de Nassif e Azenha e demais sites de notícias, para tomar conhecimento da natureza da mesma.

Aliás, o termo cafajeste é o mais adequado para se definir o tipo de 'jornalismo' que a 'Folha' pratica nos dias atuais.

Não podemos esquecer que a 'Folha' colaborou ostensivamente com a Ditadura Militar, tendo utilizado vans do jornal para levar prisioneiros políticos a fim de serem torturados nos porões da Ditadura Militar.

A 'Folha da Tarde', jornal que pertencia ao mesmo grupo empresarial que publica a 'Folha', demitiu uma jornalista por 'abandono de emprego' quando era do conhecimento da direção do jornal que a mesma estava presa e sendo brutalmente torturada pela Ditadura Militar há 2 meses, pelo menos.

E a 'Folha', em plena Ditadura Militar, no 'governo' assassino e criminoso de Garrastazu Médici, fazia editoriais apoiando fortemente ao regime Ditatorial então vigente no país, chamando-o, entre outros inúmeros elogios, de 'responsável'.

Portanto, o sr. Otávio Frias Filho dá sequência a uma postura política que possui uma fortíssima tradição reacionária, anti-democrática e que sempre se baseou na mentira e na desonestidade, marcas registradas da atuação do grupo 'Folha'.

Talvez o único período em que a 'Folha' se portou de forma mais democrática e pluralista foi durante a época da Redemocratização, quando a Ditadura Militar já se encontrava em uma fase fortemente declinante e durante a qual o jornal, por exemplo, apoiou a campanha pelas Diretas-Já.

Daí, naquele período, fui assinante do jornal e por vários anos seguidos. Mas, devido ao crescente conservadorismo e reacionarismo da 'Folha', parei de assiná-la.

Nas últimas semanas, numa tentativa de me convencer a se tornar novamente assinante do jornal, passei a receber diariamente, como cortesia, exemplares da 'Folha' pelo período de 30 dias.

É óbvio que eu não iria assinar a 'Folha', sob hipótese alguma e, quando terminasse o período de cortesia, eu deixaria de receber os exemplares, pois a 'Folha' se tornou um jornal extremamente reacionário e direitista nos últimos anos, voltando a atuar, política e jornalisticamente, da mesma maneira que o fazia na época da Ditadura Militar.

Mas, depois do artigo abjeto e repulsivo publicado por César Benjamin na edição de ontem da 'Folha', eu me recuso a continuar recebendo, mesmo de graça, como ocorreu nas últimas semanas, esse panfleto que pratica um pseudo-jornalismo e que adotou uma postura neofascista e reacionária nos últimos anos.

Por isso, telefonei para a 'Folha' pedindo que não me enviasse mais nenhum exemplar do jornal e deixando claro para a atendente do Grupo Folha que o motivo disso era o artigo abjeto e repugnante escrito por César Benjamim contra o Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

A 'Folha' inventou um novo modelo de 'jornalismo', que é o 'Jornalismo Cafajeste', que se caracteriza pela divulgação de notícias falsas e mentirosas, por distorcer totalmente a realidade dos fatos e por fazer acusações desonestas e que não podem ser comprovadas, como esta que se fez ao Presidente Lula.

Resumindo: o que a 'Folha' faz, atualmente, não é jornalismo, é ficção barata com um conteúdo sujo, nojento e totalmente desprovido de qualquer base na realidade.

Nenhum comentário: