Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 29 de novembro de 2009

Perguntas para os defensores de César Benjamim!!


Abaixo, faço algumas perguntas para os defensores de César Benjamim:

1) Quando César Benjamim irá PROVAR a acusação que fez contra o Presidente Lula? Porque, até o momento, Benjamim não apresentou uma única prova sequer a respeito da acusação que fez contra o Presidente Lula? Fará isso algum dia? Duvido.

2) Por que nenhuma das testemunhas que participaram da reunião, realizada em 1994, confirmou que Lula estava falando seriamente a respeito do 'menino do MEP'? Alguns, como Paulo de Tarso, dizem não se lembrar da conversa (algo normal, afinal a mesma ocorreu há 15 anos; quem se lembra de tudo o que ouviu numa conversa que ocorreu há tanto tempo, afinal?).
Enquanto isso, o cineasta Silvio Tendler, que participou da reunião, disse que Lula falou tudo aquilo em tom de sarcasmo, de ironia e que ele fazia isso o tempo inteiro.

3) Por que nenhum dos inúmeros presos com os quais Lula dividiu cela no DOPS durante 31 dias confirmou a história de César Benjamim?

4) Como Lula conseguiria dividir cela no DOPS com tantas pessoas e nenhuma delas percebeu qualquer coisa de anormal no seu comportamento durante tanto tempo?

5) Se Lula fez o que fez, segundo Benjamim, como é que ninguém, na época, comentou nada a respeito, nem na prisão e nem fora dela? No mínimo, tais fatos teriam chegado ao conhecimento dos presos que estavam na cela junto com Lula, teriam se espalhado pelo DOPS, Romeu Tuma e os policiais do mesmo teriam tomado conhecimento da história e a imprensa acabaria, também, sendo informada do que ocorreu. Por que nada disso aconteceu, afinal? Cabe a César Benjamim dar uma explicação convicente para tudo isso. A mais óbvia e lógica é a de que nada disso aconteceu porque o fato relatado por Benjamim também não ocorreu.

6) Se César Benjamim não apresentou uma única prova sequer do que disse e ninguém mais confirmou o seu relato, então como as suas acusações contra o Presidente Lula podem ser levadas à sério? E não estou falando apenas dos que participaram da reunião, mas também das inúmeras pessoas que dividiram cela com Lula no DOPS durante 31 dias. E não foram poucas.

7) Não se esqueçam: o ônus da prova cabe a quem acusa e não a quem é acusado.

Portanto, cabe a César Benjamim provar o que disse e obter testemunhos confiáveis e sérios que corroborem as suas afirmações.

Do contrário, Benjamim cometeu crime.

2 comentários:

Ralf [Zé da Trópis] Rickli disse...

Mas EXISTE algum defensor de César Benjamin?... Nossa, que alguém seja capaz de defender AQUILO, é de abalar a fé na humanidade que ainda nos reste...

Ainda bem que essa história toda tem outros personagens que INJETAM fé de que a humanidade ainda tem pelo menos alguma medida de jeito... :-)

Marcos D. disse...

Ralf, infelizmente, o César Benjamim tem alguns defensores por aí, sim. Mas, não é por causa deles que a Humanidade deixará de avançar. Apesar deles, temos que continuar lutando. Aliás, nosso luta tem que continuar justamente porque existem pessoas que defendem este tipo de canalhice, ainda.

Abraço