Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Europa decide limitar bonificações a banqueiros e corretores da Bolsa!

Europa decide limitar bonificações a banqueiros e corretores da Bolsa - DA FRANCE PRESSE, EM BRUXELAS , da Folha.com

Os países da UE (União Europeia) e o Parlamento Europeu chegaram a um acordo para limitar a partir do próximo ano as bonificações de corretores da Bolsa e banqueiros na Europa, cujos excessivos montantes foram alvo de polêmica durante a crise financeira mundial, anunciou nesta quarta-feira a Eurocâmara.

Este acordo prevê que os corretores recebam no futuro 60% de sua remuneração variável (bônus) de maneira imediata, e uma parte substancial de pelo menos 40% depois de um período de pelo menos três anos, de modo que se leve em conta os riscos a longo prazo, afirma o texto aprovado.

Além disso, pelo menos 50% do total dos bônus deverão ser concedidos em ações e o resto em dinheiro.

Esta porcentagem variará para as bonificações que os corretores receberem de imediato: apenas 30% destas somas serão em dinheiro e, no caso de se tratar de cifras muito elevadas, a proporção será reduzida para 20%.

"O Parlamento Europeu confia que o acordo estabelecerá regras rígidas e eficazes, que cobrirão todos os bônus concedidos ou pagos a partir de 2011", indicou a instituição em um comunicado.

Dois anos depois de se desencadear a crise financeira mundial, esta nova norma "transformará a cultura dos bônus e porá fim aos incentivos das tomadas de riscos excessivas", elogiou a eurodeputada socialista britânica Arlene McCarthy.

Segundo o francês Pascal Canfin, do Grupo dos Verdes, com este acordo "70% dos bônus estarão relacionadas com os resultados a longo prazo dos bancos".

Por outro lado, o acordo inclui a supressão da remuneração variável dos dirigentes bancários enquanto suas entidades não tiverem devolvido as ajudas estatais, a não ser que seja justificado, anunciou Canfin.

Link:

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/759518-europa-decide-limitar-bonificacoes-a-banqueiros-e-corretores-da-bolsa.shtml

Nenhum comentário: