Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

As fragilidades da candidatura de Russomanno! - por Marcos Doniseti!

As fragilidades da candidatura de Russomanno! - por Marcos Doniseti!


Apesar de estar liderando as pesquisas de intenção de voto para a prefeitura de SP, e com grande vantagem, entendo que Celso Russomanno é um candidato fraco e que não está, ainda, devidamente preparado para governar uma cidade com 11,4 milhões de habitantes e que tem o 3o. maior orçamento do país (R$ 39 bilhões apenas em 2012), e que é somente inferior ao do governo federal e ao do governo do estado de São Paulo.

E afirmo isso com base em vários motivos, como:
 

1) Falta de experiência administrativa:

Russomanno nunca teve uma experiência administrativa sequer, mesmo tendo iniciado a sua carreira política em 1999, quando o mesmo se elegeu deputado federal pelo PSDB paulista.

Ele sempre ocupou cargos no poder Legislativo, mas no poder Executivo ele nunca atuou.


2) Plano de governo vazio e genérico:

Russomanno não tem, de fato, um plano de governo para governar a capital paulista. Suas declarações a respeito do que precisa ser feito nas mais variadas áreas da administração (educação, saúde, transportes, moradia, saneamento básico) são vagas e genéricas, sem dizer exatamente o que irá fazer. 

E tais afirmações são semelhantes aquelas que encontramos em seu plano de governo (link abaixo). 

Na área da Educação, encontrei o seguinte: é necessário 'Revisar o regime de progressão continuada e a promoção automática' e o de 'Valorizar o profissional de educação, oferecendo qualificação, plano de carreiras e melhores condições de trabalho' que constam na sua página na Internet relativa a planos de governo para a área de Educação.

Em ambos os casos, Russomanno não dá detalhe algum de como será feito o que ele promete.

Por exemplo: Quais as mudanças que serão implantadas no regime de progressão continuada? O número de ciclos irá mudar? Alunos com dificuldades de aprendizagem serão obrigados a ter aulas de reforço? O plano dele não diz. 

Outro exemplo: De que maneira os professores municipais serão valorizados? Com aumentos salariais? Com a diminuição do tempo necessário para se evoluir na carreira? O plano de governo de Russomanno não diz.

Mais uma dúvida: Quais as mudanças que serão feitas no Plano de Carreira dos profissionais de Educação? Também não há nenhum detalhe informando qualquer coisa sobre isso. 


3) Declarações incoerentes: 

Há poucos dias o candidato Russomanno disse que iria rever os incentivos dados à construção do estádio do Corinthians na Zona Leste e que irá sediar o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014, bem como cinco outras partidas. 

Porém, quando foi questionado a respeito dessa declaração pelo candidato Paulinho da Força, no debate de segunda-feira na RedeTV!, o mesmo Russomanno negou que fará isso. 

Outra declaração de Russomanno mostra que ele não está muito bem informado a respeito do uso de certos bens e patrimônios da prefeitura. Refiro-me ao fato de que Russomanno afirmou que pretende usar o Pacaembu para eventos nacionais e internacionais. Mas, o problema é que existe uma liminar que restringe isso e que foi obtida pelo associação de moradores chamada 'Viva Pacaembu'. 

Estará Russomanno disposto a enfrentar uma batalha judicial contra os moradores da região, na qual vive uma população de elevado poder aquisitivo e que repudia a realização de qualquer evento no Pacaembu que não sejam jogos de futebol?

Outra declaração polêmica de Russomanno, foi a de que seria bom para a cidade se existisse 'uma igreja em cada quarteirão'. 

Bem, como cidadão, entendo que seria melhor para a cidade se existissem mais escolas, creches, hospitais, postos de saúde, mais ônibus em circulação, piscinões, enfim, mais serviços públicos de qualidade e que não tem como ser prestados por Igrejas de qualquer tipo ou orientação. 

Será que, por exemplo, a construção de igrejas irá ajudar no combate às enchentes na capital paulista? Ou isso irá ajudar a melhorar a qualidade dos transportes coletivos da cidade, que passam por uma situação crítica? Ou então fará com que a saúde pública torne-se bem melhor do que atualmente? 

Claro que não.

Assim, querer transformar São Paulo numa filial do Afeganistão ou da Arábia Saudita não me parece ser a solução para os problemas que os paulistanos enfrentam atualmente. 

Ou será que Russomanno tem, realmente, a intenção de transformar a maior, mais populosa e mais rica e moderna cidade brasileira numa 'Russomanistão'???

Espero que não.


4) Bilhete Único Mensal:

Inicialmente, o candidato Russomanno havia criticado a proposta feita pelo candidato do PT, Fernando Haddad, de se criar o Bilhete Único Mensal, classificando-a como sendo uma idéia 'faraônica'. Haddad disse que Russomanno não conhecia as finanças municipais, pois existe dinheiro, sim, para executar essa idéia.

Mas, depois das críticas de Haddad, Russomanno também mudou de opinião, afirmando que se Haddad apresentasse um estudo de viabilidade para a idéia ele a colocaria em prática caso fosse eleito. 

Assim, fica difícil saber qual é o rumo que Russomanno dará para a cidade caso vença as eleições, pois ele muda de opinião mais rapidamente do que troca de roupa, além de demonstrar desconhecimento a respeito de aspectos legais (vide a liminar sobre o Pacaembu) e de ter um plano de governo vago e genérico. 


5) Segurança Pública:

Embora a questão da Segurança Pública seja de responsabilidade do governo do estadual, que é quem controla as Polícias Civil e Militar, Russomanno apresentou uma proposta polêmica (e cuja legalidade é discutível), que é a de integrar o trabalho dos seguranças particulares (de casas noturnas, por exemplo) com a GCM.

O problema é que a GCM (Guarda Civil Metropolitana), de acordo com a Constituição, existe somente para proteger o patrimônio da prefeitura (exemplo: as escolas e hospitais municipais), não podendo ser utilizada no combate ao crime. Isso é atribuição das Polícias Civil e Militar.

Então, tudo indica que essa proposta de Russomanno visa mais à conquista de votos, mas tem pouca ou nenhuma possibilidade de ser colocada em prática. 



6) A fraqueza do PRB:

O partido de Russomanno, o PRB, é um partido pequeno, que possui apenas 9 deputados federais. E sabidamente ele é um partido controlado pela Igreja Universal do Reino de Deus, comandada pelo bispo Edir Macedo.

Não tenho nada contra a participação de líderes religiosos na vida política do país, desde que os mesmos respeitem o caráter laico do Estado brasileiro e não tentem transformar em lei aspectos da doutrina que professam e que contrariam a Constituição e o Estado Democrático de Direito que vigora no país.

No entanto, caso seja eleito prefeito, Russomanno precisará fazer uma ampla aliança para poder governar, justamente pelo pequeno tamanho do seu partido. É provável, até, que o mesmo não consiga encontrar quadros altamente qualificados entre os seus integrantes a fim de colocar em prática um plano de governo que tem um forte teor genérico. 

Daí, Russomano terá que entregar até mesmo os cargos mais importantes da prefeitura para pessoas que não são do seu partido, mas de partidos aliados, que muito maiores do que o PRB, o que poderá descaraterizar o seu governo.

Esse é um problema que partidos maiores como o PT, o PSDB, o PMDB e o PDT não teriam que enfrentar, pois possuem bastante quadros qualificados para executar as políticas e os programas que defendem.

É bom não esquecer que tivemos um caso desse tipo quando Fernando Collor se elegeu presidente da República por um partido nanico (o PRN), que virtualmente sequer existia antes de Collor se filiar ao mesmo.

E o resultado disso é que Collor entregou ministérios importantes (o da Fazenda, do Trabalho, etc) para figuras públicas virtualmente desconhecida,  de pouca projeção na sociedade e que tiveram um desempenho sofrível em seus cargos, como foram o caso de Zélia Cardoso de Mello (ministra da Fazenda) e Antônio Rogério Magri (ministro do Trabalho que era um obscuro sindicalista de São Paulo e que ficou famoso ao dizer que 'O Plano Collor é imexível' e que 'cachorro também é gente'). 


7) Projetos de Lei absurdos:

Como deputado federal, Celso Russomanno apresentou alguns projetos de lei totalmente absurdos. E eram tão absurdos que nenhum deles jamais foi aprovado. Exemplos:

a) Um dos seus projetos daria a todos os congressistas o direito de portar arma para 'autoproteção' quando estivessem sozinhos e 'desprotegidos';

b) Russomanno também apresentou um projeto de lei que aumentaria em um terço a pena de quem praticasse 'calúnia, injúria e difamação' contra congressistas, vice-presidente e ministros do STF;

c) O candidato também defendeu a aprovação de um projeto de lei que previa que a expressão estupro fosse substituída por 'assalto sexual;

d) O candidato do PRB também apresentou outro projeto de lei prevendo a distribuição de hormônios 'inibidores de desejo sexual' para presos que tivessem cometido crimes sexuais.

Afinal, tem algum projeto de lei de Russomano que tenha tido alguma utilidade, que defendesse alguma idéia realmente importante?

A julgar por essa amostra, a resposta é não.


8) Obras públicas:

A capital paulista, atualmente, sofre com a carência de praticamente tudo: transportes coletivos, escolas, creches, hospitais, postos de saúde, corredores de ônibus, obras de canalização de córregos, de combate às enchentes, etc.

Assim, é preciso um grande programa de investimentos públicos para ampliar o acesso e melhorar a qualidade dos principais serviços públicos da capital paulista.

Mas, parece que o candidato Russomanno desconhece esse fato, tanto que criticou um programa de execução de obras defendido pelo candidato do PT, Fernando Haddad, que seriam realizadas em parceria com o governo federal.

Russomano disse que fará um governo 'pé-no-chão'. O grande problema de um governo assim é que, de tão 'pé-no-chão' é que o mesmo poderá acabar se tornando um governo burocrático e sem iniciativa, que não procure outras alternativas para viabilizar um programa de governo mais ambicioso, o que é reclamado, hoje, pelos paulistanos.  

Em função de tudo isso, é possível questionar se, de fato, o candidato do PRB está preparado para governar a capital paulista, que tem carências e necessidades urgentes e que precisa de um governante que se dedique integralmente a procurar soluções para os principais problemas existentes atualmente na cidade e que são de grande gravidade. 

São Paulo precisa de um governo que pense grande, sem deixar de ser realista, é claro, mas que não tenha medo de adotar medidas que irão resultar em benefícios reais e concretos para a população e que trabalhe duro para poder alcançasr metas ambiciosas. 


Chega de governantes fracos e limitados, que não sabem exatamente o que irão fazer, que mudam de opinião a todo momento e que parecem ter medo de pensar grande. 


Links:

Plano de Governo de Russomanno:

http://celsorussomanno.com.br/categoria/propostas/educacao/

Russomanno quer usar guardas noturnos privados para trabalhar junto com a GCM:

http://www.estadao.com.br/noticias/politica,kassab-devia-enfiar-o-rabo-entre-as-pernas-diz-russomanno,926903,0.htm

Russomanno promete rever incentivos fiscais municipais à Arena Corinthians:

http://www.estadao.com.br/noticias/politica,se-eleito-russomanno-pode-rever-incentivos-ficais-dados-ao-itaquerao,924609,0.htm

Liminar restringe a realização de eventos no Pacaembu:

http://noticias.bol.uol.com.br/esporte/2012/02/10/prefeitura-perde-guerra-com-moradores-descarta-ufc-no-pacaembu-e-lamenta-perda-milionaria.jhtm

Russomanno muda de opinião e passa a elogiar proposta de Haddad de criar o Bilhete Único Mensal:

http://www.estadao.com.br/noticias/politica,russomanno-muda-tom-e-elogia-bilhete-unico-mensal-de-haddad,925861,0.htm

Russomanno critica plano de obras de Haddad:

http://www.estadao.com.br/noticias/politica,russomanno-critica-haddad-e-diz-que-nao-fara-obras-faraonicas,916445,0.htm

Russomanno defende 'uma Igreja em cada quarteirão':

http://eleicoes.uol.com.br/2012/noticias/2012/08/22/gostaria-que-tivesse-uma-igreja-em-cada-quarteirao-diz-russomanno.htm

Projetos de lei de Russomanno:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/56712-russomanno-fez-propostas-controversas-no-congresso.shtml

Nenhum comentário: