Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 23 de setembro de 2012

Ditador do Paraguai tem 27 parentes empregados no setor público!

Com 27 parentes no serviço público, presidente paraguaio é acusado de nepotismo - do Opera Mundi, via Brasil de Fato

Franco refletindo sobre qual cargo irá nomear o seu neto de apenas 6 meses. 'Já sei...Ele vai ser Ministro da Fazenda'...

Em entrevista coletiva, Federico Franco se defendeu dizendo que parte dos familiares ocupa cargos eletivos 


O presidente do Paraguai, Federico Franco, foi acusado na terça-feira (18/09) de nepotismo pela quantidade de parentes nomeados em seu governo e por programar o casamento de um de seus filhos na residência presidencial Mburuvicha Roga (A Casa do Chefe, em guarani).

De acordo com o jornal La Nación, que fez a denúncia, ao menos 27 parentes do presidente foram nomeados para cargos no funcionalismo público.

A informação foi desmentida por Franco, segundo o qual seus filhos e sua esposa Emilia Alfaro, atual senadora, ocupam cargos eletivos. Ele e Emilia fazem parte de uma tradicional família do Partido Liberal.

"Esta é uma forma lamentável e miserável de se mentir para a população", respondeu o mandatário, durante uma tumultuada coletiva de imprensa, na qual seus assessores tentavam evitar perguntas dos jornalistas. 

Por sua vez, seu irmão, Julio César Franco, conhecido como "Yoyito", que já ocupou a vice-Presidência da República, ameaçou processar judicialmente um jornalista se ele publicasse que uma de suas empregadas domésticas também tinha um salário do Estado.

A repórter do La Nación, Nilza Ferreira, foi ameaçada pelo senador quando o questionou se uma empregada da família figura como empregada do TSJE (Tribunal Superior de Justiça Eleitoral).

Em relação às críticas pela festa de casamento de seu filho na sede do governo, Franco defendeu-se afirmando que elegeu o local "por razões de segurança" e que não vai utilizar dinheiro público para financiar a comemoração. 

Link:



Meu Comentário!

Deixa a Soninha ficar sabendo disso... Ela vai dizer: 'Como assim? Então, eu não sou a campeã em arrumar empregos para familiares no governo?'...
Lembro-me de um político brasileiro que disse o seguinte, quando foi questionado pelo fato de que havia arrumado emprego para a mãe e para a esposa no seu gabinete de deputado federal: 'Ué, mas os cargos não são de confiança? Uma delas me pariu e a outra dorme comigo. Se eu não confiar nelas, irei confiar em quem?'.
Esse ditador do Paraguai é um palhaço, mesmo!!!
E aí, tucanada reacionária, que apoiou o Golpe de Estado no Paraguai, o que é que vocês tem a dizer sobre isso? 
Nada, é claro, né? Se continuar assim, o Paraguai vai passar a se chamar Parenteguai...

Nenhum comentário: