Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 16 de setembro de 2012

Dívida pública espanhola bate todos os recordes!

Dívida pública espanhola bate todos os recordes - do Vermelho

A dívida pública espanhola alcançou 75,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre do ano, muito acima do permitido pela União Europeia (UE), informou nesta sexta-feira o Banco da Espanha.


O endividamento das administrações públicas (Estado, regiões autônomas e municipalidades) cresceu 3,8 por cento em comparação ao primeiro trimestre de 2012, atingindo a cifra de 804,3 bilhões de euros, o que equivale a 75,9 por cento do PIB.

Segundo dados do banco central, trata-se do nível mais alto de toda a série histórica, que começou em 1990, e supera pela primeira vez a casa dos 800 bilhões de euros.

Em comparação com o segundo trimestre de 2011, a dívida do conjunto das administrações públicas aumentou 14,05 por cento.

Os compromissos da administração central do Estado voltam a ser os que mais pesam - representam 58,3 por cento do PIB – depois de aumentar 4,4 por cento e atingir 617,5 bilhões de euros.

As obrigações das 17 regiões autônomas aumentaram 2,85 por cento, chegando a 150,5 bilhões de euros (14,2 por cento do PIB), também a cifra mais alta desde o início da estatística, informou o banco central.

Por seu turno, as municipalidades diminuíram seu endividamento entre abril e junho do atual exercício, até 36,3 bilhões, o que representa 3,4 por cento do PIB.

A região autônoma mais endividada, tanto em termos absolutos como relativos, é a Catalunha, já que deve 43,9 bilhões de euros, ou 22 por cento de seu Produto Interno Bruto.

O governo conservador de Mariano Rajoy prevê finalizar 2012 com uma dívida pública próxima a 79,8 por cento do PIB.

Esta previsão, contudo, não inclui o multimilionário resgate de seu deteriorado setor bancário, de até 100 bilhões de euros, concedido em junho último pela União Europeia (UE).

Com os dados do segundo trimestre, o volume da dívida da Espanha – quase o único indicador em que o país ibérico está melhor que o resto de seus parceiros europeus – ultrapassa em 15,9 pontos o teto estabelecido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento da UE, fixado em 60 por cento.

Prensa Latina



Link:


http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=193729&id_secao=2

Nenhum comentário: