Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Pesquisa Datafolha e trackings dos partidos são divergentes! - por Zé Dirceu!

Petista e candidato do PRB sobem. Tucano cai mais- por Zé Dirceu! - Publicado em 05-Set-2012


Chegaremos ao 7 de setembro (domingo próximo), semana em que podem se registrar mudanças e consolidações de posições de candidatos na corrida sucessória paulistana, com tendências claramente delineadas, conforme atésta a pesquisa Datafolha publicada hoje.

Em São Paulo o candidato do PRB à prefeito, ex-deputado Celso Russomanno, cresceu quatro pontos em relação a pesquisa anterior (divulgada há seis dias) e se mantém na na liderança com 35% das intenções de voto. Já o candidato tucano, José Serra, continua a percorrer sua vic crucis de queda: caiu mais um ponto e está agora tem 21% no Datafolha.

Fernando Haddad, o candidato da nossa coligação (PT-PCdoB-PSB-PP) subiu mais dois pontos em relação ao Datafolha anterior e tem agora 16% das intenções de voto. Como a margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos, Serra e Haddad estão em empate técnico.No Datafolha, bem entendido, porque nas pesquisas diárias dos partidos, ambos estão empatados de fato, com 18%.

Se 2º turno fosse agora, José Serra x Haddad, o petista ganharia


No Datafolha de hoje, o concorrente do PMDB, deputado Gabriel Chalita, mantém-se com os 7% da pesquisa anterior. Soninha Francine (PPS) tem 5%. Pela primeira vez na presente disputa eleitoral, o Instituto do jornal Folha de S.Paulo faz simulações, também, sobre o 2º turno.

Num cenário de disputa da 2ª etapa do pleito, se ela fosse agora, entre Russomanno e José Serra, o candidato tucano seria derrotado ficando com 30%, enquanto o do PRB se elegeria com 58%. Se o embate final fosse entre Haddad e Russomanno, este venceria com 56%, enquanto o petista ficaria com 30%.

O instituto simulou também a hipótese cada vez mais remota )dada a queda do tucano na intenções de voto e ao aumento de sua rejeição),também de um 2º turno entre José Serra e Haddad.Aí, numa disputa final entre os dois Haddad venceria o tucano por 46% a 37%.

O Datafolha apurou, também, a rejeição, item em que José Serra continua campeão. Nada menos que 42% dos paulistanos afirmam que não votam nele "de jeito nenhum".A rejeição a Russomanno caiu de 15% para 12%.Mas, ao lado de uma boa notícia, outra ruim para ele: 24% dos que dizem votar nele informam ser simplatizantes do PT, indício de que podem  mudar o voto. A rejeição a Haddad é de 18%.

Vejam, ainda, a nota abaixo: Datafolha confirma tendência; 2º turno entre Haddad e Russomanno.

Link:

http://www.zedirceu.com.br//index.php?option=com_content&task=blogcategory&id=1&Itemid=106

Nenhum comentário: