Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Haddad agradece Dilma e pede apoio para administrar São Paulo!


Haddad agradece Dilma e pede apoio para administrar São Paulo - Najla Passos, da Carta Maior



No seu primeiro dia como prefeito eleito de São Paulo, o petista viaja à Brasília, agradece à presidenta que reforçou seu palanque ao lado do ex-presidente Lula e começa a discutir uma agenda conjunta para administrar o município, que possui, hoje, uma dívida estimada em R$ 58 bilhões. Segundo Fernando Haddad, a mesma interlocução será feita com o atual prefeito, Gilberto Kassab (PSD), para garantir uma “transição de alto nível”.


De acordo com ele, a mesma interlocução será feita com o atual prefeito, Gilberto Kassab (PSD), para garantir uma “transição de alto nível”. E anunciou que seu coordenador de campanha, Antônio Donato, será o responsável pela equipe de transição. Já os secretários e demais nomes que irão compor seu staff, segundo ele, só serão apresentados após a definição do organograma de trabalho, que começará a ser elaborado na semana que vem. "A primeira tarefa é o organograma", afirmou.

Aos jornalistas, Haddad agradeceu também o apoio recebido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, ao lado do de Dilma, considerou fundamental para sua eleição. "Lula e Dilma são figuras centrais no cenário político nacional", justificou. E sobre o papel que o ex-presidente terá em na administração de São Paulo, foi incisivo: "O presidente Lula é um conselheiro de todos nós". 

Visita ao MEC
Na curta viagem à capital federal menos de 24 horas após ter sido eleito prefeito da maior cidade brasileira, Haddad também passou pelo Ministério da Educação (MEC), a pasta que comandou por seis anos e que o credenciou para a disputa em São Paulo. O prefeito eleito agradeceu o empenho dos funcionário do MEC durante a sua gestão. “Sem o apoio deles, seria impossível lograr êxito em São Paulo”, afirmou. 

Haddad também conversou com o atual ministro, Aloizio Mercadante, sobre possíveis investimentos na capital paulista, em especial para a expansão do ensino profissionalizante e a oferta de vagas em creches. Para Mercadante, Haddad “colheu nas urnas o resultado do trabalho que ajudou milhares de jovens estudantes, tanto no sentido da inclusão como da melhoria da qualidade da educação”.

(*) Com informações da Agência Brasil


Nenhum comentário: