Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Cid Gomes afirma que PSB quer Campos como vice de Dilma em 2014!


Cid Gomes afirma que PSB quer Campos como vice de Dilma em 2014 - da Rede Brasil Atual, 08/11/2012

Governador do Ceará pede equilíbrio na base governista e rechaça aliança dos socialistas com o PSDB
São Paulo – Agora é oficial. De acordo com o governador do Ceará, Cid Gomes, o PSB deseja ocupar a vaga de vice-presidente na chapa que será formada pelo PT para a reeleição da presidenta Dilma Rousseff em 2014. A confirmação foi feita durante o almoço que reuniu Cid e Dilma hoje (8), no Palácio da Alvorada.
Para o lugar de vice de Dilma, o cearense sugeriu o nome do presidente do partido, o governador de Pernambuco Eduardo Campos, e pediu mais equilíbrio entre os partidos da base aliada: “O PMDB, por exemplo, com a presidência do Senado e da Câmara fica muito bem contemplado. Eu defendo que a vice-presidência de 2014 seja do PSB, que seja nosso presidente”, disse.
Na saída do almoço, Cid disse a jornalistas que “aconselhou Dilma a ter Eduardo Campos sempre por perto, porque ele é um bom quadro e um bom administrador”. 
O apelo do governador do Ceará ocorreu um dia depois do jantar que reuniu Dilma e Campos, também no Palácio da Alvorada, para fazer um balanço das eleições municipais e discutir a relação do PSB com o PT e o governo federal. Na terça-feira (6), a presidenta já havia jantado com a cúpula do PMDB, partido do vice-presidente da República, Michel Temer.
Após a série de reuniões, Dilma afirmou que a relação do governo com os dois principais partidos da base aliada continua sólida e não foi influenciada pelas diversas disputas travadas no seio da base aliada nas eleições municipais: “O governo não tem diferença com PMDB e PSB. Acho que nossa relação sempre se manteve a mesma”, disse a presidenta.
Disposto a reafirmar a aliança com o PT para 2014, Cid Gomes aproveitou também para rejeitar as especulações feitas pela grande mídia sobre uma possível aliança do PSB com o PSDB daqui a dois anos: “Eu quero manter a parceria com o PT em nível federal e estadual. Se eu for instado vinte vezes a escolher entre o PT e o PSDB, vinte vezes eu escolherei a parceria com o PT”, disse o governador, antes de ressalvar que “o projeto do PSB é chegar um dia à Presidência da República”.
Com informações de agências
Link:

Nenhum comentário: