Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 8 de dezembro de 2012

Bolívia assina protocolo de adesão ao Mercosul!


Bolívia assina protocolo de adesão ao Mercosul; Brasil passa presidência do bloco para Uruguai

07/12/2012 - 15h34
Renata Giraldi e Danilo Macedo - Repórteres da Agência Brasil
Brasília – O presidente da Bolívia, Evo Morales, assinou hoje (7) o protocolo de adesão ao Mercosul. O documento consolida o interesse dos bolivianos em fazer parte do bloco. 
É a primeira etapa do processo, que costuma levar anos, pois envolve questões técnicas e jurídicas até a conclusão. As negociações para a adesão da Venezuela ao grupo duraram seis anos. 
A assinatura ocorreu durante a cerimônia de transmissão da presidência temporária do bloco do Brasil para o Uruguai.
O Mercosul é formado pelo Brasil, pela Argentina, pelo Uruguai, pela Venezuela e pelo Paraguai - que está suspenso do bloco até abril de 2013. O Chile, o Equador, a Colômbia, o Peru e a Bolívia estão no grupo como países associados.Com os venezuelanos, o Mercosul passa a contar com Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 3,32 trilhões. A população é 275 milhões de habitantes.
O protocolo de adesão da Bolívia ao bloco foi assinado durante a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, no Itamaraty. Na solenidade, a presidenta Dilma Rousseff transmitiu a presidência temporária do bloco para o presidente do Uruguai, José Pepe Mujica. Por seis meses, o Uruguai estará no comando. Dilma disse que desejava “sorte” para Mujica.
Além de Dilma, Mujica e Morales, participam da cúpula os presidentes Cristina Kirchner (Argentina), Rafael Correa (Equador), Donald Ramotar (Guiana) e Desi Bouterse (Suriname). Estão presentes também a vice-presidenta do Peru, Marisol Cruz, e os vice-chanceleres Alfonso Silva (Chile) e Monica Lanzetta (Colômbia), assim como o ministro de Minas e Energia da Venezuela, Rafael Ramírez.
Veja aqui galeria de imagens do evento
Edição: Carolina Pimentel
Link:

Nenhum comentário: