Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Segunda gestão de Kassab só perde para a de Celso Pitta em reprovação!

Segunda gestão de Kassab só perde para a de Celso Pitta em reprovação - da Rede Brasil Atual, 23/12/2012
Prefeito de São Paulo chega ao final do segundo mandato reprovado por 42% dos paulistanos



São Paulo - Gilberto Kassab (PSD) chega ao final de seu segundo mandato (2009-2012) na prefeitura de São Paulo no próximo dia 31 com reprovação de 42% dos paulistanos, para quem a gestão foi considerada ruim ou péssima, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje (23) pelo jornal O Estado de S.Paulo. Para 27%, o governo foi bom ou ótimo. É um saldo negativo de 15 pontos.
Em outubro de 2008, dois meses antes do final de seu primeiro mandato (2006-2008), o prefeito teve aprovacão de 54% e reprovação de 14%, com saldo positivo de 40 pontos, o que representa a pior avaliação desde o final do mandato de Celso Pitta (1997-2000), que registrou 74 pontos negativos.
Paulo Maluf (1993-1996) e Marta Suplicy (2001-2004) chegaram ao fim com saldo de 14 e 32 pontos positivos, respectivamente.
No começo de maio deste ano, 39% dos paulistanos consideravam a gestão Kassab ruim ou péssima, mesmo percentual para a avaliação regular. No fim de outubro, às vésperas do segundo turno da eleição, havia 48% de reprovação e 30% de avaliação regular.
Depois da eleição houve uma melhora. A taxa de bom e ótimo subiu de 19% para 27%, de ruim/péssimo, caiu de 47% para 42%, e o déficit de popularidade ficou menor: de 28 foi para 15 pontos negativos.
A pesquisa mostra que dois em cada três eleitores da cidade dizem não confiar em Kassab. E 60% desaprovam o que ele fez à frente da prefeitura.
Questionados sobre o que mais melhorou na gestão, 33% responderam "nada". 

Link:

Nenhum comentário: