Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 31 de março de 2013

Economia brasileira cresceu mais de 4% no 1o. trimestre de 2013! - por Marcos Doniseti!

Economia brasileira cresceu mais de 4% no 1o. trimestre de 2013! - por Marcos Doniseti!




Segundo dados recentes sobre a atividade econômica nacional, o Brasil voltou a acelerar o seu ritmo de crescimento, superando os 4% já no primeiro trimestre de 2013. Alguns analistas estimam que esse índice pode ter chegado aos 5,2%. 


Matéria publicada pelo site da revista 'IstoÉ Dinheiro' no dia 28/03/2013 mostra o seguinte:


1) O PIB teve um crescimento anualizado entre 4% e 5,2% no primeiro trimestre deste ano; 


2) Os desembolsos do BNDES cresceram 39,5% no primeiro bimestre;


3) O consumo de máquinas cresceu 8,1% no 1o. bimestre;


4) O financiamento imobiliário aumentou 15,7% no primeiro bimestre;


5) A inadimplência do consumidor caiu para 7,7%, o menor patamar desde 2011;


6) A oferta total de crédito na economia aumentou 16,3% no 1o. bimestre;


7) A taxa de desemprego em Fevereiro foi a menor da série histórica para o mês, ficando em apenas 5,6%;


8) Vendas de veículos no ano, até 15 de Março, cresceram 6%;


9) A safra de grãos será recorde histórico, atingindo os 183,5 milhões de toneladas;


10) Vendas de papelão ondulado em Fevereiro bateram recorde, chegando a 250 mil toneladas. 


11) O número de empregos no setor automotivo chegou a 131.700 trabalhadores, número inferior apenas ao alcançado em 1980, melhor ano da história;


12) Rendimento real dos trabalhadores cresceu 2,4% em Fevereiro sobre igual mês de 2012;


13) Massa de rendimentos teve aumento real de 4,2% em 12 meses;


Como se percebe, confirma-se aquilo que escrevi, tempos atrás, aqui neste modesto blog, que é o fato de que desde o 4o. trimestre de 2012 que a economia brasilera estava em processo de retomada. Já nos últimos 3 meses de 2012, o PIB brasileiro teve um crescimento anualizado de 2,4% e os investimentos produtivos tinham voltado a crescer.

Também afirmei que, em função disso, aqueles 0,9% de crescimento econômico que o Brasil acumulou em 2012 era um número velho, pois não mostrava que esse processo de aceleração, que começou no 2o. semestre, já estava em pleno andamento. 


E agora, com a decisão do governo Dilma de prorrogar a redução do IPI para automóveis e caminhões até o fim deste ano, temos mais um motivo para afirmar que a economia brasileira terá um crescimento bastante significativo neste ano (talvez em torno de 3,5%). E esse crescimento somente não ser


Afinal, a indústria automobilística brasileira, sozinha, responde por quase 24% do PIB industrial do país e por mais de 5% do PIB total brasileiro. 


A inflação deverá permanecer abaixo do teto da meta (que é de 6,5% ao ano) e, com isso, o Banco Central deverá manter a taxa Selic estável, em 7,25% ao ano, até o fim de 2013. 


E como o salário mínimo teve aumento real também neste ano (e como acontece todos os anos desde 2003), passando de R$ 622 para R$ 678 (reajuste de 9%, acima da inflação acumulada em 2012, que foi de 5,84%) e a quase totalidade das categorias de trabalhadores continua conquistando acordos salariais com aumento real, o que também acontece desde o início do governo Lula, o poder de compra dos trabalhadores brasileiros continuará crescendo neste ano. 


Portanto, salvo alguma piora muito drástica do cenário mundial, e que já é ruim desde 2008, o que não pode ser descartado, devido à crise interminável da Zona do Euro (vide o recente caso da falência de Chipre e os resultados das eleições italianas, que mostraram um repúdio virtualmente generalizado às políticas de austeridade impostas aos europeus), o cenário da economia brasileira é altamente positivo para este ano. ´


E esse crescimento econômico do Brasil somente não será maior em função da fortíssima crise que atinge a Zona do Euro, a virtual estagnação da economia dos EUA (que cresceu ridículos 0,1% no 4o. trimestre de 2012) e a desaceleração da China, cuja economia despencou de um crescimento de 12% para 7,5% entre 2010 e 2012. Com isso, é claro que as exportações brasileiras são muito prejudicadas, pois estas são, justamente, as três maiores economias do mundo. 


E com isso, a presidenta Dilma se fortalecerá ainda mais para a disputa da eleição presidencial de 2014, na qual, segundo a mais recente pesquisa do Datafolha, ela conta com 64% dos votos válidos, contra 36% de Marina, Aécio e Eduardo Campos. 


Links:


Economia brasileira cresceu entre 4% e 5,2% no 1o. trimestre:


http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/115657_A+RODA+GIROU?comment=success&page=1&contentBasePath=http%3A%2F%2Fcontent-portal.istoedinheiro.com.br%2F&filePath=http%3A%2F%2Fcontent-portal.istoedinheiro.com.br%2Fistoeimagens%2F


Emprego cresce no setor automotivo:


http://economia.ig.com.br/empresas/industria/2013-03-30/emprego-cresce-no-setor-automotivo.html


Taxa de Desemprego de Fevereiro é a menor para o mês na série histórica; Renda real cresce 2,4%:


http://www.redebrasilatual.com.br/temas/economia/2013/03/estavel


Redução de IPI para carros e caminhões continuará até o fim de 2013:


http://www.redebrasilatual.com.br/temas/economia/2013/03/reducao-de-ipi-para-carros-e-caminhoes-vai-ate-o-fim-o-ano


Porque a notícia sobre o crescimento do PIB de 2012 já nasceu velha


http://guerrilheirodoanoitecer.blogspot.com.br/2013/03/comercio-varejista-cresceu-84-em-2012.html

Nenhum comentário: