Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Médicos cubanos têm larga experiência em regiões carentes!


Médicos cubanos têm larga experiência em regiões carentes - por Zé Dirceu, do seu blog, Publicado em 07-Mai-2013
Mais de 185 mil médicos cubanos foram enviados para 103 países, sendo que e 31 mil foram trabalhar na Venezuela. durante o governo de Hugo Chávez. 

A proposta dos governos de Brasil e Cuba, com o apoio da Organização Pan-Americana de Saúde, de enviar 6 mil médicos cubanos para trabalhar nas regiões brasileiras mais carentes é uma boa notícia e pode ajudar a remediar uma lacuna que nós temos hoje.

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, justificou a parceria dizendo que há um déficit de profissionais brasileiros na área de saúde em áreas remotas e carentes do país.

“Estamos nos organizando para receber um número maior de médicos aqui, em vista do déficit de profissionais de medicina no Brasil. Trata-se de uma cooperação que tem grande potencial e à qual atribuímos valor estratégico”, disse Patriota.

Se podemos aceitar médicos espanhóis e portugueses, podemos aceitar cubanos com larga experiência em todo o mundo na prestação de serviços médicos em regiões carentes e pobres e nos bairros das grandes cidades em todos os continentes.

Cuba tem um relevante histórico de auxílio humanitário em catástrofes e acidentes naturais, em emergências e em casos únicos, como o da tragédia em Chernobyl.

A medida ainda está em estudo, por isso não há detalhes sobre o prazo do envio dos médicos.

O Conselho Federal de Medcina é contrário à medida e diz que vai tomar as medidas jurídicas cabíveis. A entidade condena "qualquer iniciativa que proporcione a entrada irresponsável de médicos estrangeiro e de brasileiros com diplomas de medicina obtidos no exterior sem sua respectiva revalidação".

O Ministério da Saúde disse que ainda é cedo para se pronunciar.

Link:

http://www.zedirceu.com.br//index.php?option=com_content&task=blogcategory&id=1&Itemid=106

Nenhum comentário: