Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 21 de setembro de 2013

Audi será a nona montadora a se instalar no Brasil após criação do Inovar-Auto!

Audi será a nona montadora a se instalar no Brasil após o Inovar-Auto

17/09/2013 - 14h42 - Danilo Macedo - Repórter da Agência Brasil
Brasília – A montadora alemã Audi anunciou a construção de uma fábrica em São José dos Pinhais (PR), com investimento de R$ 500 milhões. O anúncio foi feito pelo presidente mundial da Audi, Rupert Stadler, após encontro com a presidenta Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.
Stadler e o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, atribuíram ao Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), a atração de grandes montadoras para o país.
O programa incentiva a fabricação de automóveis, a partir incentivos, como a desoneração o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), em até 30%, para empresas que estimulem a inovação, pesquisa e desenvolvimento no país."O Inovar-Auto é uma grande alavanca do processo e proporciona toda a perspectiva de investimento no Brasil”, disse Stadler.
“Para alegria nossa, é a nona fábrica de automóveis que vem para o Brasil desde que lançamos o regime automotivo, o Inovar-Auto. Isso mostra que o esforço que nós fizemos foi bem-sucedido e as empresas estão, de fato, vindo e, as que estavam aqui, expandindo suas atividades”, disse o ministro.
Pimentel destacou a vinda de montadoras de carros de luxo como novidade. “O Brasil nunca teve fábricas do segmento de automóveis de primeira linha. E temos três anunciadas: a BMW, a Audi e a Mercedes-Benz. E a Land Rover em vias de [anunciar]”, disse.
Segundo ele, o segmento estimula o desenvolvimento tecnológico da indústria nacional. “É onde tem mais tecnologia embarcada e, portanto, vai atrair fornecedores de maior capacidade tecnológica, exigir trabalhadores de maior qualificação e tudo isso puxa nossa indústria na direção que nós queremos, que é uma indústria tecnologicamente bem equipada”, explicou.
Os primeiros veículos produzidos na fábrica de São José dos Pinhais devem chegar ao mercado no final de 2015. Em princípio, dois modelos serão montados no Brasil: o A3 sedã e o utilitário Q3.
O presidente mundial da Audi disse que a situação econômica estável do país, com perspectivas de crescimento, além da melhora do poder aquisitivo da população, o levam a acreditar no retorno dos investimentos. “O mercado de veículos de luxo no Brasil é bastante pequeno, mas a Audi acredita que ele vai crescer enormemente nos próximos anos, com as mudanças sociais que vem acontecendo e a presidenta Dilma Rousseff também acredita nisso”.
Stadler disse que, durante o encontro, a presidenta Dilma demonstrou conhecimento da área de tecnologia e se interessou em saber sobre a atuação da Audi nos países formadores do Brics, grupo das principais economias emergentes (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).  
“Para Audi é importante voltar ao Brasil, e começar a fazer grandes investimentos, depois da China, Rússia, e da Índia, porque pretendemos aproveitar o grande crescimento do mercado brasileiro”, concluiu.
Edição: Beto Coura
Link:

Nenhum comentário: