Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 29 de setembro de 2013

Pesquisa CNI-Ibope: Dilma venceria eleição presidencial no 1o. turno!

Se a eleição fosse hoje, Dilma seria reeleita, diz Ibope - do Vermelho



Se a eleição fosse hoje, Dilma Rousseff seria reeleita já primeiro turno, mostra pesquisa do Ibope divulgada nesta quinta-feira (26), encomendada pelo jornal O Estado de S.Paulo . Em todos os cenários estudados, Dilma tem intenção de voto superior à soma de seus três principais adversário na eleição de 2014.


A pesquisa mostra que Dilma Rousseff possui 22 pontos percentuais de vantagem sobre a segunda colocada, Marina Silva (sem partido), diferença quase três vezes maior do que foi em julho, quando era de apenas 8 pontos.

O levantamento do Ibope indica que Dilma cresceu na intenção de voto nos dois cenários estimulados pelo Ibope, enquanto Marina perdeu seis pontos. Agora, a ex-senadora está não só distante de Dilma, mas também sofre a ameaça dos outros candidatos. Quando o cenário das eleições considera Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB), Marina Silva (sem partido) e Eduardo Campos (PSB) como candidatos, a presidente tem 38% das intenções de voto — em julho, ela tinha 30%. Já Marina registrou uma queda de 22% para 16% agora.

O tucano Aécio Neves caiu de 13% para 11%, e Eduardo Campos foi de 5% para 4%. A taxa de eleitores sem candidato continua alta: 31%, sendo que 15% deles dizem que votarão em branco ou anularão, e 16% não sabem responder.

O cenário com José Serra como candidato do PSDB não tem diferenças relevantes: Dilma tem 37%, contra 16% de Marina, 12% de Serra e 4% de Campos. Nessa hipótese, 30% não têm candidato: 14% de branco e nulo, e 16% de não sabe. Não há cenário idêntico a esse em pesquisa anterior do Ibope para comparar.

Nos dois cenários, Dilma tem intenção de voto maior do que a soma de seus três adversários: 37% contra 32% (cenário Serra) e 38% contra 31% (cenário Aécio). Isso indica chance de vitória no primeiro turno. 

Não foi apenas no cenário estimulado de primeiro turno que Dilma se distanciou de Marina. Na simulação de segundo turno entre as duas, a petista venceria a rival por 43% a 26%, se a eleição fosse hoje. Em julho, logo depois dos protestos em massa que tomaram as ruas das metrópoles, Dilma e Marina estavam tecnicamente empatadas: 35% a 34%, respectivamente. Segundo as simulações do Ibope, tanto faz se o candidato do PSDB for Aécio ou Serra. Se a eleição fosse hoje, a presidente venceria ambos por 45% a 21% num segundo turno. Contra Eduardo Campos, a vitória seria mais fácil: 46% a 14%.

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 12 e 16 de setembro, em todas as regiões o Brasil. Foram entrevistados 2.002 eleitores, face a face. A margem de erro máxima é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos, num intervalo de confiança de 95%.

Com informações dos portais R7 e 247


Link:
http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=225240&id_secao=1

Um comentário:

marinacontos disse...

Marcos,
Estou adorando acompanhar seu blog. Como é bom ler pessoas que pensam. Parabéns
Marina