Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Radicais islâmicos querem criar califado extremista no Oriente Médio!

Terrorismo internacional atua contra Síria, diz chanceler russo - do Vermelho


O ministro russo de Relações Internacionais, Sergey Lavrov, denunciou que o terrorismo internacional se dirigiu a Síria para criar ali e no Oriente Médio um califado de ordem extremista.


sergey lavrov
Ministro de Relações Internacionais da Rússia afirma que o país busca uma solução para a crise na Síria





















Em entrevista ao canal RT ele firmou que trata-se da violação dos direitos de todas as minorias, e inclusive de ameaças para suas vidas.

Segundo Lavrov, de dois milhões de cristãos que viviam no país árabe antes da guerra mais da metade fugiu.

“Agora os sócios ocidentais começam a se dar conta disso”, disse em alusão implícita aos Estados Unidos e seus aliados pelo respaldo brindado aos opositores violentos contra o governo de Damasco.

O diplomata ratificou a posição de Moscou de exigir respeito ao direito de cada Estado a eleger com liberdade um modelo democrático soberano, ajustado a suas condições específicas.

“As tentativas de um grupo de países por impor e posicionar como universais seus próprios valores, em alguns casos polêmicos, geram conflitos”, assinalou.

Sobre o papel da Rússia na busca de uma saída negociada para a crise no país árabe, o chefe da diplomacia do Kremlin sublinhou que Moscou tem cumprido com sua parte e as autoridades de Damasco já anunciaram a composição de sua delegação a Genebra II, conferência de paz para a Síria a ser realizada dia 22 de janeiro em Montreaux, Suíça.

Enfatizou que as nações ocidentais devem exercer mais influência sobre os grupos opositores para levá-los todos à mesa das negociações e dessa forma cumprir a parte da missão que lhes corresponde.

Fonte: Prensa Latina


Link:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=232343&id_secao=9

Nenhum comentário: