Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 26 de janeiro de 2014

Bachelet monta governo e comunistas ganham ministério no Chile!

Bachelet monta governo e comunistas ganham ministério no Chile - do Vermelho


A presidente eleita do Chile, Michelle Bachelet, anunciou nesta sexta-feira (24) o governo que a acompanhará em seu segundo mandato, no qual há presença do Partido Comunista, pela primeira vez desde 1970, e mais independentes e mulheres que nunca na história do país. 


Michelle Bachelet 
O novo governo de Michelle Bachelet terá presença de comunistas e mulheres.





















"É uma equipe selecionada com base em condições de liderança, técnica, compromisso com o programa e condições", destacou a governante chilena, ao nomear um por um os 23 integrantes de seu gabinete, que tem seis independentes e nove mulheres.

O novo governo de Bachelet tomará posse dia 11 de março e será o encarregado de levar adiante um programa que tem como eixos as reformas educativa e tributária e a elaboração de uma nova Constituição, tarefa que a presidente eleita reconheceu como "nada fácil" e para a qual pediu "trabalho, trabalho e mais trabalho".

Nenhum dos novos ministros participou dos gabinetes anteriores de Michelle Bachelet, que governou o Chile entre 2006 e 2010. O novo governo será formado por Partido pela Democracia, com seis pastas, Democracia Cristã (5); Partido Socialista (3), Partido Radical (2) e Partido Comunista (1).

Claudia Pascual se convirteu na primeira militante do Partido Comunista a chagar a um ministério desde o governo da Unidade Popular. Ela foi nomeada por Bachelet como sua ministra para o Serviço Nacional da Mulher.

Destacam-se ainda, no Ministério das Relações Exteriores Heraldo Muñoz, até agora subsecretário-geral da ONU e diretor da Direção Regional para a América Latina e o Caribe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

O Ministério da Fazenda será responsabilidade de Alberto Arenas, chefe de programas do comando presidencial da Nova Maioria, a aliança eleitoral que levou Bachelet novamente à presidência.

À frente da pasta de Educação, uma das áreas mais complexas do novo governo por causa de um conflito que se arrasta desde março de 2011, Bachelet nomeou a Nicolás Eyzaguirre, doutor em Economia pela Universidade de Harvard (EUA) e ministro da Fazenda na gestão de Ricardo Lagos (2000-2006).

Da redação do Vermelho
Com agência EFE e jornal La Nación


Link:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=234478&id_secao=7

Nenhum comentário: