Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Cuba formou mais de 130 mil médicos desde 1961!

Cuba formou mais de 130 mil médicos desde 1961 - do Vermelho




Cuba celebra nesta terça-feira (3) o Dia da Medicina Latino-americana e o 180º aniversário do nascimento de Carlos J. Finlay, o descobridor do transmissor da febre amarela, com números que indicam a formação de mais de 130 mil médicos desde 1961, segundo dados oficiais.


O doutor Carlos Juan Finlay, descobridor do agente transmissor da febre amarela, é considerado Benfeitor da Humanidade e o maior cientista cubano de todos os tempos. Em 1933, ao cumprir o centenário de seu nascimento foi instituído em sua honra no Dia da Medicina Latino-americana.

Atualmente, segundo dados preliminares do Ministério de Saúde Pública, mais de 95 mil estudantes de Ciências Médicas estudam em aulas cubanas com um alto nível e rigor científico nos níveis de ensino superior, com 13 carreiras, e no técnico com 24.

Só nos seis anos que demanda a carreira de Medicina, a matrícula se eleva a mais de 47 mil estudantes, dos quais uns 37 mil são cubanos e 10.510 procedem de 128 países.

Cuba tem também uma cifra recorde de mais de 29 mil alunos em cursos de pós-graduação, em todas as especialidades médicas, desde Medicina Geral Integral até Neurocirugia e Cirurgia Cardiovascular.

A vice-ministra cubana de Saúde Pública para a Docencia, Marieta Cutiño, explicou recentemente à Prensa Latina que o componente científico está presente toda a carreira de Medicina, cujo plano de estudos encaminha a todos os graduados para a formação integral, ao ter também à investigação como parte de seu currículo.

Em Cuba, assinalou a servidora pública, a formação dos recursos humanos em Medicina cumpre todos os requisitos das melhores universidades internacionais, com uma forte formação quanto à investigação científica e também a sensibilidade humana.

Fonte: Prensa Latina



http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=230712&id_secao=7

Nenhum comentário: