Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Inflação: IPC da Fipe fechou 2013 em apenas 3,88%, contra 5,1% em 2012!

Fipe indica redução no ritmo de inflação em 2013

06/01/2014 - 7h30 - Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil
São Paulo - O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) na cidade de São Paulo, encerrou o ano de 2013 em alta 3,88%, ante uma elevação de 5,10% em 2012. 
Quatro dos sete grupos pesquisados apresentaram variações acima da média, com destaque para educação (7,33%) e saúde (7,07%).
Os preços dos alimentos subiram, em média, 5,42% e no grupo despesas pessoais, 5,58%. A menor variação acumulada no ano foi registrada em habitação, com avanço de 1,96%. Em vestuário foi constatado aumento de 3,02% e no grupo transporte, 2,33%.
Na última apuração do ano, os preços ganharam força, com elevação de 0,65%, ante 0,46% em novembro. O maior aumento ocorreu em transporte, que passou de uma variação negativa de 0,02% em novembro para 0,9%, no fechamento de dezembro.
Nos demais grupos foram constatadas as seguintes oscilações: habitação (de 0,44% para 0,56%); alimentação (de 0,8% para 0,65%); despesas pessoais (de 0,74% para 0,79%); saúde (de 0,49% para 0,35%); vestuário (de 0,34% para 0,83%) e educação (de 0,12% para 0,07%).
Edição: Graça Adjuto
Link:

Nenhum comentário: