Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 12 de janeiro de 2014

Mais pobres pagam muito mais impostos do que a classe média e do que os ricos! - por Marcos Doniseti!

Mais pobres pagam muito mais impostos do que a classe média e os ricos! - por Marcos Doniseti!



Muitos de nós já ouvimos diferentes variações da seguinte afirmação: 

'A classe média é a mais sacrificada, pois é a que mais paga impostos, é a que financia o Bolsa Família e os programas sociais'.

Mas o fato concreto é que isso está errado. A classe média não é a que mais paga impostos no Brasil. São os pobres os que mais pagam.

Vejam o gráfico que postei acima (elaborado pelo IPEA) e comprovem isso. Nele fica claro que os mais pobres são muito mais tributados do que a classe média e do que os mais ricos.

Enquanto as pessoas que ganham até 2 salários mínimos mensais são tributadas em 53,9% da sua renda, os que ganham entre 8 e 10 salários mínimos pagam impostos equivalentes a 35% da sua renda.

E no caso dos mais ricos, que ganham mais de 30 salários mínimos mensais, a tributação é ainda menor, atingindo apenas 29% da renda. 

Portanto, é mentira dizer que a classe média é a mais tributada e a responsável por sustentar os programas sociais, como os coxinhas e reacionários tanto gostam de dizer. 

Portanto, a maior parte dos recursos que financiam os programas sociais, os investimentos públicos e os gastos do Estado brasileiro em geral saem do bolso dos mais pobres.

Nenhum comentário: