Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

NSA capta dados de cabos submarinos entre Europa e Ásia, diz revista alemã!

NSA capta dados de cabos submarinos entre Europa e Ásia, diz revista alemã

Agência dos EUA obteve dados sobre as maiores redes de comunicação entre os dois continentes
A NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA) está envolvida em mais um escândalo de espionagem, dessa vez, monitorando dados captados de cabos submarinos entre os continentes europeu e asiático. 
A informação foi revelada na edição deste domingo (29/12) da revista semanal alemã Spiegel e republicada pela agência de notícias Deutsche Welle.

Agência Efe (23/12)

Sede da NSA, em Fort Meade, no estado de Maryland, leste dos EUA

O sistema de cabos – na maior parte, submarinos – que liga as comunicações entre os dois continentes, tem 18 mil quilômetros de extensão. Completado em dezembro de 2005, ele se tornou o principal meio de conexão para internet e telefonia entre a Ásia e a Europa.

Leia mais:
Empresas líderes em tecnologia pedem a Obama que EUA reformem programas de espionagem

Segundo a revista, a NSA teria conseguido, por meio de uma unidade chamada TAO (Departamento de Operações Customizadas, em português), penetrar no site do consórcio que opera a rede e obter informações sobre o gerenciamento do sistema e sua infraestrutura técnica.

O sistema, chamado de SEA-ME-WE-4, vai da cidade portuária de Marselha, na França, atravessa o mar Mediterrâneo até o norte da África, passa pelo Golfo Pérsico até chegar ao subcontinente indiano e ao sudeste asiático. Ao longo do percurso existem 17 pontos de conexão onde os dados associados a cada região são conectados com o continente e a informação é ao mesmo tempo transmitida e recebida das redes locais.
O nome do sistema é composto das siglas em inglês das regiões por onde a rede passa: Sudeste Asiático (“Southeast Asia”, ou SEA), Oriente Médio (“Middle East”, ou ME) e Europa Ocidental (“Western Europe”, ou WE).

Segundo a reportagem da Spiegel, a obtenção das informações internas sobre o sistema pela NSA é apenas o primeiro passo. "Futuras operações estão sendo planejadas para a obtenção de informações adicionais sobre este e outros sistemas de cabos", afirmou a revista.

Leia mais:

NSA endurece regras internas para evitar surgimento de novo Snowden

Em resposta à revista, que focou sua matéria no alcance e no crescimento do prestígio da TAO, a NSA respondeu que a unidade “é um patrimônio nacional único que se posiciona na linha de frente possibilitando a NSA a defender a nação e seus aliados. O trabalho da TAO é focado na exploração da rede de computadores em apoio à coleta de inteligência no exterior”.
A TAO é baseada na cidade de San Antonio, no Texas (sul dos EUA), enquanto a sede da NSA é no estado de Maryland (leste). Suas instalações, que atualmente abrigam 60 especialistas, deverão aumentar para 270 em 2015.

Leia mais:

Snowden: NSA e britânicos espionaram Israel, Alemanha, UE e empresas europeias

A revista não citou se a origem das informações partiu do ex-colaborador da agência Edward Snowden – que já colaborou com a Spiegel
A reportagem é assinada por Laura Poitras, que colaborou com Snowden na publicação da primeira parte das denúncias que o norte-americano vazou para a imprensa.
 Link:

Nenhum comentário: