Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

'Veja' é uma revista brasileira de fofoca, diz site britânico!

'Veja' é uma revista brasileira de fofoca, diz site britânico! 
Por Anderson Scardoelli, do Comunique-se, via Blog de Jamildo
'Veja' é uma revista brasileira de fofoca, diz site britânico. Mas como é que eles perceberam, hein?

Ao repercutir o suposto caso de estupro que resultou na eliminação do modelo Daniel do ‘Big Brother Brasil 12’, o site da revista britânica The Week se referiu a Veja com um termo tanto quanto peculiar. A página inglesa afirmou que a publicação da Editora Abril é “brazilian gossip magazine”, ou seja, uma revista brasileira de fofoca, em tradução livre.

A Week publicou que a versão online da Veja informou que a polícia do Rio de Janeiro – cidade onde os integrantes do ‘BBB’ ficam confinados – está investigando os sete minutos do vídeo que mostra os participantes Daniel e Monique embaixo do edredom.  O veículo britânico ressalta que a Veja.com divulgou que não houve alegação de crime por parte de nenhum dos ‘BBBs’.

O site da The Week não citou apenas a Veja em sua matéria, publicada às 12h50 desta terça-feira, 17. O texto afirma que a TV Globo, emissora responsável por produzir e transmitir a versão brasileira do reality show, está sendo alvo de um manifesto que já conta com a adesão de mais de 700 pessoas. O objetivo do protesto, segundo o veículo britânico, é fazer o canal assumir a responsabilidade pelo caso.

Até às 19h desta terça, a revista Veja não comentou o fato de ter sido classificada como uma publicação de fofoca.

Leia um trecho da reportagem:
Contestant expelled after climbing under the covers with unconscious woman
LAST UPDATED AT 12:50 ON TUE 17 JAN 2012

POLICE in Brazil have opened an inquiry into claims that one of the contestants in the country's Big Brother reality TV show may have been raped or sexually assaulted by another housemate while unconscious and drunk at the weekend.

According to US website Jezebel, "The episode in question showed contestant Monique Amin passed out drunk in bed, with male co-star Daniel Echaniz moving on top of her". It notes that both were under a blanket at the time.
thinks she may have been raped, and many are criticising the show's producers for quite literally standing by and watching it happen."

On Monday, 31-year-old Echaniz was expelled from the house in the wake of a campaign on Twitter in Brazil to have him removed. He later took to the social networking site to defend himself. In one tweet he wrote: "I am against any violence or abuse. Anyone who knows me, knows my character."

But while police ponder the unusual situation, a petition has now been launched in Brazil calling for the TV network Globo to take responsibility. So far around 700 people have signed it.

Globo have removed footage of the incident from its website, but the petition claims that Ali was unaware of what had happened until she was called to the ‘diary room’, or ‘confessional’ as it is referred to in Brazil, and asked about what she remembered of the evening. She has since been quizzed by programme bosses.

"She still hasn't been informed of anything and, probably, never will be told of her rape," claims the petition. "What Globo Network did was allow a rape to happen and then cover it, because of audience. There is no excuse for that."

Now, according to the website of Brazilian gossip magazine Veja, police in Rio are investigating the seven minutes of footage, even though there has been no official allegation and the participants of the show are unaware of the furore. 

In 2007 there was a similar allegation of rape in the South African version of the reality TV show. ·
Link:

Nenhum comentário: