Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Fluxo cambial termina Janeiro com saldo positivo de US$ 1,6 bilhão! - da Agência Brasil

Fluxo cambial termina Janeiro com saldo positivo de US$ 1,6 bilhão! - da Agência Brasil 

Stênio Ribeiro – Repórter da Agência Brasil Edição: Davi Oliveira
O fluxo cambial, movimento de entrada e saída de dólares do país, terminou o mês de janeiro com saldo de US$ 1,61 bilhão, de acordo com boletim divulgado hoje (5) pelo Banco Central.

O movimento do câmbio começou 2014 um pouco melhor que no final do ano passado, em dezembro, quando o fluxo foi negativo em US$ 8,78 bilhões, contribuindo para o saldo negativo de US$ 12,26 bilhões em 2013 – maior evasão anual de divisas desde 2002.

De 27 a 31 da semana passada, o fluxo cambial foi positivo em US$ 608 milhões, dando sequência ao comportamento favorável da semana anterior, quando o saldo registrou US$ 2,89 bilhões e mudou a trajetória negativa da primeira metade de janeiro.

O saldo no mês foi sustentado pela área comercial, com exportações e adiantamentos de contratos cambiais totalizando US$ 19,15 bilhões, contra importações de US$ 17,56 bilhões, deixando saldo de US$ 1,59 bilhão. A movimentação financeira ficou quase em um empate, com saldo de US$ 19 milhões.

Link:
http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2014-02/movimento-cambial-encerra-janeiro-com-saldo-de-us-161-bilhao

Nenhum comentário: