Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

segunda-feira, 3 de março de 2014

Pesquisas mostram que 85,4% dos venezuelanos condenam os movimentos golpistas violentos da oposição! - por Marcos Doniseti!

Pesquisas mostram que 85,4% dos venezuelanos condenam os movimentos golpistas violentos da oposição! - por Marcos Doniseti!


'Manifestante' venezuelano com coquetel molotov. É assim que os golpistas neofascistas da Venezuela que são financiados pelos EUA desejam derrubar o governo de Maduro. Mas os venezuelanos repudiam cada vez mais essa violência fascista, quem também é utilizada pelos Black Blocs tupiniquins, com o apoio decidido de partidos e movimentos extremistas (PSOL, PSTU, etc). 


Pesquisas feitas na Venezuela recentemente, e que foram reproduzidas pelo Fernando Brito no 'Tijolaço', mostram o seguinte cenário na Venezuela:

1) Apenas 11,6% dos venezuelanos apoiam os protestos que ocorrem no país contra o governo de Maduro (com certeza devido à violência dos mesmos);

2) Apenas 22% dos venezuelanos querem a saída imediata de Maduro do cargo, que é a posição defendida pelo extremista de direita e golpista Leopoldo López;

3) Uma imensa maioria de 85,4% dos venezuelanos condenam os protestos que estão acontecendo no país;

4) Um percentual bastante considerável de 35% dos venezuelanos querem que o governo de Maduro baixe o sarrafo nos manifestantes que estão abusando da violência;

5) Significativos 40% dos venezuelanos desejam que o governo de Maduro procure encontrar uma solução negociada para os conflitos que ocorreu no país atualmente, sendo que 29% querem que o governo de Maduro procure dialogar com os empresários e outros 11% desejam o diálogo com a oposição. 

Como se percebe, a oposição venezuelana formada por extremistas e golpistas de direita apelaram para a violência desenfreada e irracional, e que foi estimulada na cara-dura pelos EUA, e com isso acabaram ficando isolados da população. 

Aliás, o mesmo fenômeno está ocorrendo no Brasil, onde pesquisas recentes mostraram um grande aumento no percentual da população que repudia as manifestações cada vez mais violentas que estão acontecendo no país, com esse índice chegando a 42% na pesquisa Datafolha mais recente (de Fevereiro deste ano), que estão sendo caracterizadas, tal como na Venezuela, por uma violência estúpida, típica de movimentos neofascistas.  

Como se percebe claramente, cada vez mais as mobilizações de caráter violento e que tem o claro propósito de tentar desestabilizar o Brasil e a Venezuela estão sendo repudiadas por uma parcela cada vez maior da população de ambos os países.

Com isso, os reacionários e neofascistas dos dois países acabam caindo no isolamento, o que inviabiliza qualquer possibilidade de vitória destes movimentos golpistas que são financiados pelo Império Neonazista Ianque.

Não Passarão!

Links:

Fernando Brito e as pesquisas na Venezuela que a Grande Mídia esconde:

http://tijolaco.com.br/blog/?p=14856

Pesquisa Datafolha mostra crescente rejeição aos protestos:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/02/1416807-rejeicao-a-protestos-e-a-maior-desde-junho-diz-datafolha.shtml

Moniz Bandeira: Black Blocs brasileiros podem estar sendo financiados pelos EUA:

http://guerrilheirodoentardecer.blogspot.com.br/2014/03/moniz-bandeira-black-blocs-podem-estar.html

Nenhum comentário: