Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Eduardo Campos também governará 4 anos tomando Medidas Impopulares!



Eduardo Campos também governará 4 anos tomando Medidas Impopulares! - por Marcos Doniseti!
Como se percebe, Campos não é de cumprir com aquilo que promete...

Em entrevista concedida à "Folha', Eduardo Campos diz que irá reduzir a meta de inflação para 3% ao ano. 
Mas ele precisa explicar que, para conseguir isso, terá que promover um brutal aumento na taxa de juros (Selic), arrochar salários e aumentar o desemprego, promovendo uma recessão gigantesca no país. Sem isso, tal redução será inviável. 
Assim, de acordo com os planos de Campos, os trabalhadores brasileiros pagarão o preço dessa redução na meta de inflação. 
Ele também defende a independência do Banco Central. atendendo aos interesses do mercado financeiro (grandes bancos, especuladores, etc). Com isso, se o Banco Central quiser elevar os juros para, digamos, 45% ao ano (como fez Armínio Fraga em 1999, no governo FHC), o governo federal nada poderá fazer, pois o BC terá total autonomia para tomar uma decisão como essa.

E Campos também defende um forte aumento no valor das tarifas de energia e dos combustíveis, penalizando fortemente ao povo brasileiro. Tais medidas também irão elevar os custos de produção no Brasil, reduzindo a competitividade das empresas brasileiras, tanto no exterior, como dentro do país. 
Minas Gerais e Pernambuco estão entre os estados que pior remuneram os seus professores. 

Como se percebe, um eventual governo de Eduardo Campos seria idêntico ao de Aécio Neves e ambos passariam 4 anos tomando medidas impopulares, que seriam prejudiciais ao Brasil e ao seu povo.
Mais do que nunca, Aécio é Campos e Campos é Aécio.
Quer ver a sua vida ir para o brejo? Vote em Campos. Ou em Aécio. Dá na mesma.
Link:

Nenhum comentário: