Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 17 de maio de 2014

Produção de petróleo no pré-sal supera os 470 mil barris diários e bate novo recorde!

Produção de petróleo no pré-sal bate novo recorde - da Agência Brasil

Até o final de 2014 a produção do pré-sal estará em 700.000 barris diários. 

A produção de petróleo nos campos da Petrobras, na camada pré-sal, nas bacias de Santos e de Campos alcançou novo recorde diário, ao superar os 470 mil barris de petróleo por dia (bpd) até 11 de maio. A Petrobras informou ainda que o número foi atingido com a produção de 24 poços,  sendo nove da Bacia de Santos.

A produtividade média por poço no polo pré-sal da Bacia de Santos alcançou 28 mil bpd, um aumento de quase 30% em comparação com fevereiro de 2013, quando foi alcançado recorde de produção diária de 300 mil bpd. 

A empresa atribuiu o bom desempenho à entrada em operação do poço 7-LL-22D-RJS no dia 9 de maio, que tem vazão atual de 31 mil bpd e está interligado ao navio-plataforma FPSO Cidade de Paraty, no Campo de Lula. Este é o terceiro poço interligado com a tecnologia Boia de Sustentação de Riser e o primeiro conectado ao FPSO Cidade de Paraty.

A Petrobras informou ainda que a primeira boia, instalada no FPSO Cidade de São Paulo, no Campo de Sapinhoá, já tem possui dois poços em produção e o que o primeiro poço interligado tem sido o melhor  produtor do país, com produção de aproximadamente 36 mil bpd. O segundo poço foi interligado no início de abril e está produzindo 35 mil bpd. 

A instalação da terceira boia, também no FPSO Cidade de São Paulo, e da quarta boia, no FPSO Cidade de Paraty, foram concluídas em abril e maio, respectivamente. O FPSO Cidade de São Paulo produz atualmente cerca de 100 mil bpd, com três poços, e o FPSO Cidade de Paraty, cerca de 60 mil bpd, com dois poços.

A companhia adiantou que novos poços serão interligados aos navios-plataformas de São Paulo e de Paraty nos próximos meses com a nova tecnologia. A Petrobras espera atingir a capacidade máxima de produção dessas plataformas, que é 120 mil bpd, ainda no terceiro trimestre.

O Campo de  Lula é operado em parceria com a BG E&P Brasil Ltda e a Petrogal Brasil S.A., sendo que a Petrobras detém 65% do empreendimento. Na operação do Campo de Sapinhoá, a Petrobras tem como parceiros a BG E&P Brasil.

Link:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2014-05/producao-do-pre-sal-bate-novo-recorde

Nenhum comentário: