Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 17 de junho de 2014

Brasil 0 X 0 México - Árbitro foi conivente com violência dos mexicanos e Ochoa fechou o gol! Mas a Seleção Brasileira precisa de mudanças! - por Marcos Doniseti!

Brasil 0 X 0 México - Árbitro foi conivente com violência dos mexicanos e Ochoa fechou o gol! Mas a Seleção Brasileira precisa de mudanças! - por Marcos Doniseti!


Goleiro mexicano fez 4 excelentes defesas e uma delas foi a melhor da Copa até agora, lembrando a defesa de Gordon Banks na Copa de 1970, em cabeçada de Pelé.
Goleiro mexicano fez uma partida excelente, com 4 defesas milagrosas, principalmente a que fez numa cabeçada de Neymar, que lembrou a defesa do goleiro inglês Gordon Banks numa cabeçada de Pelé na Copa de 1970. 

1) O esquema tático que Felipão adotou (4-2-3-1) funcionou bem na Copa das Confederações, mas já está manjado pelos adversários. 

Logo, é preciso mudar o esquema de jogo da Seleção Brasileira. 

Por mim, adotaria o esquema 4-4-2, com a seguinte escalação: J.César, Maicon, D.Luiz, Thiago S, Marcelo; L.Gustavo, Fernandinho; Oscar, Neymar; Jô e Fred.

Mas é claro que esse time e esse esquema precisariam ser treinados. A questão é: há tempo suficiente para isso? Tenho sérias dúvidas;

2) Paulinho jogou mal novamente e continua como titular. Assim não dá. 

Mantê-lo no time titular é prejudicar a Seleção. Ele é um bom jogador, mas está numa fase ruim. No lugar dele, eu escalaria o Fernandinho, do Manchester City, que fez uma ótima temporada e tem uma virtude que essa Seleção está precisando: ele chuta bem de fora da área;

3) Felipão errou em fazer um único jogo neste ano (contra a África do Sul, que é muito fraca) antes de iniciar a fase de preparação para a Copa. 

Deveria ter feito mais uns 2 ou 3 jogos durante o ano, para entrosar o time. Mas agora 'Inês é morta';

4) Oscar nunca foi ponta em sua carreira de jogador. Colocá-lo nesta função é queimá-lo, como Felipão fez no jogo de hoje, pois é claro que ele não renderá o que pode. Oscar é meio-campista e tem que jogar na sua posição original, onde renda muito mais;

5) Fred, sozinho, no meio de 'trocentos' zagueiros, não poderá fazer muita coisa, não. Ele é lento e é o tipo de jogador que precisa de espaço para finalizar (o que ele faz muito bem). Mas sozinho ele não fará milagres; 

Por isso, entendo que Felipão deveria colocar outro atacante para jogar ao lado dele. Pode ser o Jô ou então pode ser um meia-atacante que jogue mais adiantado (como o William ou o Bernard);

6) Felipão, pelo menos, corrigiu o posicionamento dos alas brasileiros (Marcelo e Daniel Alves), que não deram tanto espaço para os pontas mexicanos, tal como havia acontecido na partida contra a Croácia (vide o gol desta contra o Brasil);

7) Júlio César fez outra ótima partida. Pegou tudo no primeiro jogo, contra a Croácia, e repetiu a atuação contra o México. Luiz Gustavo também fez uma excelente partida, tal como havia acontecido contra a Croácia. Mas ele é volante de marcação e não irá resolver os problemas do Brasil, que se concentram no meio-de-campo e no ataque;

8) O Brasil sente falta, claramente, de um jogador cerebral, que organize  e crie as jogadas do time. Philipe Coutinho (do Liverpool) poderia ser esse jogador, mas Felipão nunca o convocou. E agora a Seleção sofre com a ausência de um jogador com o seu perfil;

9) Thiago Silva e David Luiz se saíram muito bem no jogo de hoje. O primeiro tem um técnica refinada, enquanto David Luiz é mais do tipo 'bola para o mato, que o jogo é de campeonato';


Goleiro do México pegou tudo contra o Brasil, impedindo uma goleada brasileira. Júlio César não foi tão exigido. 


10) Neymar jogou bem menos do que na partida da estréia. Para mim, os  motivos disso foram dois: a ausência de Oscar no meio-de-campo, pois este jogou na função de Hulk, como ponta (ora na direita, ora na esquerda) e as faltas frequentes que ele sofria durante a partida em todas as jogadas. E o árbitro foi conivente com isso, deixando de amarelar os jogadores mexicanos;

11) Mesmo sem que o Brasil tenha feito um bom jogo, o melhor jogador da partida foi o goleiro mexicano (Ochoa) que fez, pelo menos, 4 excelentes defesas. Uma delas (a cabeçada de Neymar) lembrou a defesa que o goleiro inglês Gordon Banks fez de uma cabeçada de Pelé na Copa de 1970. A defesa de Ochoa foi, sem dúvida alguma, a mais sensacional da Copa do Mundo até agora; 

12) O árbitro poderia ter mostrado, no mínimo, uns 5 cartões amarelos para o time do México nos primeiros 20 minutos do 1o. tempo, e não mostrou nenhum. Neymar, sozinho, sofreu 3 faltas em que os jogadores mexicanos poderiam ter sido 'amarelados'. Isso mostra, claramente, que o técnico mexicano mandou o seu time impedir o Neymar de jogar, mesmo que tivesse que fazer muitas faltas no mesmo. 

13) O Brasil pode melhorar? Sim. Mas para isso entendo que Felipão terá que mexer na escalação e no esquema do time. E penso que ele não fará isso, pois não dará tempo de treinar essas mudanças até o início da segunda fase da Copa. Agora, é torcer para o time evoluir dentro do esquema já estabelecido pelo Felipão, mas trocando alguns jogadores;

14) O placar da partida não mostra o que foi o jogo. O placar mais justo, a meu ver, seria um 3 X 1 ou 3 X 2 para o Brasil, pois o México também finalizou contra o gol brasileiro em situações de perigo em várias oportunidades, mas o Brasil criou bem mais chances de gol do que os mexicanos. 

Nenhum comentário: