Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 29 de junho de 2014

Brasil 1 (3) X (2) 1 Chile - Árbitro não marcou pênalti claro a favor do Brasil!!!

Brasil 1 (3) X (2) 1 Chile - Árbitro não marcou pênalti claro a favor do Brasil!!!

Hulk sofreu um pênalti claro no segundo tempo da partida, mas o árbitro inglês não anotou o mesmo. 

Revendo o jogo entre Brasil X Chile, ficou evidente que tivemos um pênalti claro a favor do Brasil, aos 21 minutos do segundo tempo (no tempo normal), e que foi cometido sobre o Hulk (que foi o melhor do Brasil no jogo, criando as melhores oportunidades do Brasil na partida), mas que o árbitro não assinalou.Hulk entrou em velocidade na área chilena e recebeu uma forte cotovelada do jogador chileno, sendo derrubado. Vi o lance várias vezes e o pênalti foi claríssimo. 

O árbitro também deixou que os chilenos fizessem inúmeras faltas sobre Neymar, não punindo os mesmos com cartão amarelo, como seria o correto, pois era mais do que óbvio que eles estavam fazendo isso para impedir Neymar de jogar. As faltas não eram violentas, mas frequentes.

Mas isso não apaga o grande erro de Felipão, cujo esquema tático (4-2-3-1) destruiu com o meio-de-campo brasileiro, que não tem articulação de jogadas e nem criatividade. E ele ainda insiste em colocar Oscar e Hulk jogando fora de suas posições de origem, colocando-os como pontas defensivos, preocupados mais em marcar os seus adversários do que em jogar ofensivamente (principalmente Oscar). Eles nunca jogaram assim em seus clubes, onde rendem muito mais do que na Seleção. 

Felipão, precisa reconstruir o meio-de-campo do Brasil, mudando o esquema tático (para 4-4-2 ou 4-4-1-1), senão corremos o sério risco de ver o Brasil ser eliminado pela Colômbia nas quartas-de-final. 

Muda, Felipão!

Nenhum comentário: