Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 12 de julho de 2014

Holanda 3 X 0 Brasil - Fora, Felipão! - por Marcos Doniseti!

Holanda 3 X 0 Brasil - Fora, Felipão! - por Marcos Doniseti


Então, alguém ainda quer a continuidade do Felipão à frente da Seleção Brasileira? Fala sério, vai...
Na partida contra a Holanda, vimos o time brasileiro mostrar todos os defeitos que apareceram nos jogos anteriores, principalmente a falta de criatividade e a dependência de chutões para a frente ou de bolas alçadas sobre a área adversária (mas como a média de estatura da Holanda é das maiores e os jogadores holandeses sabem se posicionar dentro da área é claro que isso não funcionou).
A Seleção de Felipão mostrou que não sabe tocar a bola e, logo, articular a criação de jogadas. E o cabeça-dura do Felipão insistiu em manter o atacante brasileiro isolado no ataque. Isso mostra que Fred e Jô (que nem deveriam ter sido convocados, pois havia atacantes melhores do que eles, caso de Diego Tardelli) foram vítimas do esquema tático totalmente equivocado de um técnico ultrapassado e obsoleto.
O Brasil mostrou a fragilidade da sua defesa, que tantos erros cometeu ao longo de toda a Copa do Mundo, como o fato de permitir contra-ataques rápidos que pegam a defesa do time brasileiro totalmente aberta e desorganizada, mostrando a inexistência de um sistema de cobertura para cobrir os avanços dos alas brasileiros (Daniel Alves e Marcelo).
Enfim, foi uma despedida melancólica desta Seleção Brasileira que jogou um futebol feio, ruim e medíocre do início ao fim da Copa do Mundo.
E dizer que já tivemos seleções que deram shows de bola e que tiveram jogadores criativos, talentosos e geniais que geram, até hoje, a admiração de fãs do futebol no mundo inteiro (Pelé, Garrincha, Didi, Gerson, Tostão, Rivellino, Romário, Ronaldo, Rivaldo)...

Obs: É verdade que o Brasil foi bastante prejudicado na partida contra a Holanda (dois gols irregulares para a Holanda foram validados e um pênalti não marcado para o Brasil), mas vejam que a Seleção Brasileira cometeu os mesmos erros dos jogos anteriores, mostrando a incapacidade de Felipão de corrigí-los.

Nenhum comentário: