Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 8 de julho de 2014

Na Copa 2014, a Alemanha é quem joga o verdadeiro Futebol Brasileiro! - por Marcos Doniseti!Derro

Na Copa 2014, a Alemanha é quem joga o verdadeiro Futebol Brasileiro! - por Marcos Doniseti!


Em 1994 e em 2002, estes dois técnicos conquistaram a Copa do Mundo jogando um futebol marcado pela marcação forte e por um sistema de jogo defensivo bem organizado. Mas as duas Seleções tinham jogadores experientes e que desequilibravam uma partida. Em 2014, o esquema tático manjado pelos adversários não funcionou e só tivemos Neymar, o que é muito pouco. Agora, é preciso recuperar o futebol brasileiro de antigamente, baseado em jogadores técnicos, habilidosos, inteligentes, que saibam tocar a bola e atacar. Senão jamais voltaremos a ganhar uma Copa do Mundo novamente, a não ser que apareçam mais uns 4 ou 5 craques ao mesmo tempo, o que será bem difícil.


Com a Alemanha de Joachim Low, o Futebol Brasileiro de antigamente é o maior vitorioso da Copa 2014!

Abaixo, publico um trecho de um texto do UOL sobre o técnico alemão Joachim Low, que 'Abrasileirou' o futebol alemão, enquanto Felipão 'Germanizou' o futebol brasileiro.

Leiam isso:

'Löw promoveu reformulação na seleção a partir de então. Com o respaldo de mais uma boa geração, mudou o estilo do futebol alemão. Acabou com passes e chutes longos e com o jogo marcado mais pela força do que pela técnica. Fez da Alemanha algo mais próximo do estereótipo da seleção brasileira do que o próprio Brasil. Em 2010, na África do Sul, mais uma semifinal. E mais um terceiro lugar.'.

Acabou com passes e chutes longos e com o jogo marcado mais pela força do que pela técnica? Isso foi o que mais tivemos na Seleção Brasileira nesta Copa 2014.

Assim, a Seleção Alemã de hoje (de Low) é muito mais parecida com o Brasil do passado  quando nós tínhamos jogadores técnicos, inteligentes, habilidosos e que sabiam, como ninguém, colocar a bola no chão, tocar bem e atacar. 

E o Brasil de hoje (de Felipão) é mais parecido com o futebol europeu de antigamente. Como eu disse nos meus textos anteriores: a Alemanha tem um meio-de-campo de excelente qualidade, bem superior ao brasileiro, e que sabe tocar a bola como ninguém.

Aliás, não é nenhuma surpresa que a Alemanha tenha dado esse show de bola contra o Brasil. Senão, percebam isso: A base da Seleção Alemã é o Bayern de Munique, treinado por Pepe Guardiola, que privilegia o toque de bola e jogadores técnicos e habilidosos. E a seleção da Alemanha faz a mesma coisa. 

Será mera coincidência? Claro que não.

Vamos trocar de técnico, Alemanha? Manda o Low para nós, vai! Assim, que sabe nós voltamos a jogar o futebol que nos levou a ser os maiorais nesse esporte apaixonante.

Ou então, vamos direto à fonte: Pepe Guardiola para treinador da Seleção Brasileira Já!

Link:

http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/07/08/desastre-expoe-diferenca-entre-cbf-e-preparo-de-8-anos-da-alemanha.htm

Nenhum comentário: