Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 8 de julho de 2014

Tenho orgulho do Brasil, sim! E a Seleção Brasileira precisa atualizar o seu estilo de jogar! - por Marcos Doniseti!

Tenho orgulho do Brasil, sim! E a Seleção Brasileira precisa atualizar o seu estilo de jogar! - por Marcos Doniseti!

Orgulho do Brasil. 

Tenho orgulho do Brasil, sim, por ter organizado a melhor Copa da história. Demos um show fora de campo, inclusive com elogios fartos dos turistas estrangeiros que para cá vieram, bem como da mídia internacional, que considerou esta como a verdadeira #CopaDasCopas. E pesquisadores consideraram que esta Copa foi melhor organizada do que as Olimpíadas de Londres. 

Então, continuo tendo muito orgulho do meu país, que está reduzindo as desigualdades, tem o menor desemprego da história, está construindo milhões de moradias para quem nunca teve casa própria, que está aumentando o poder de compra dos salários todos os anos e que é considerado como um país modelo quanto à resistir à crise econômica e financeira que começou em 2007-2008 nos EUA e que depois se espalhou pelo mundo todo. 

Quanto à Seleção Brasileira, o que precisamos é voltar a jogar futebol com técnica, habilidade e inteligência, priorizando a formação e a convocação de jogadores com esse perfil.

E depois é treinar muito esse time para que o mesmo jogue tocando a bola com qualidade e de maneira ofensiva, como faz a Seleção da Alemanha. 

Desta maneira, tenho certeza de que voltaremos a ser campeões do mundo. 

Chega de treinadores que montam um esquema tático onde a principal jogada da Seleção Brasileira são chutões para a frente. O Brasil nunca venceu nada jogando assim. Além do mais, este é um futebol feio, muito feio. 

Porque venceria agora jogando assim? Sem chance. 

Chega também de treinadores com formação e mentalidade ultrapassada, que defendem um futebol feio, truncado, retranqueiro, com chutões inúteis para a frente. 

Assim, a formação dos treinadores brasileiros também precisa ser aperfeiçoada. 

Eles precisam se atualizar no aspecto tático e de métodos treinamento e priorizar um futebol bonito, bem jogado, dando preferência a jogadores de qualidade. 

Assim, precisamos voltar a jogar como antigamente, da mesma forma que nos levou a conquistar as Copas de 1958, 1962 e 1970, principalmente. Mas sem deixar de ocupar os espaços, marcando forte, como se faz atualmente.

E neste sentido, a Seleção Alemã que nos derrotou é um modelo a ser seguido. 

Sua base é o Bayern de Munique (7 jogadores da Alemanha nesta Copa são do time da Baviera) que é treinado por aquele que é o melhor técnico do mundo, o espanhol Pepe Guardiola. E os times que este treina sempre priorizam o jogo bonito, ofensivo, sem descuidar de uma marcação forte e bem feita, que não dá espaço aos adversários. 

Os times de Guardiola combinam o futebol bonito, técnico, ofensivo e de bom toque de bola de antigamente, com a marcação forte e a ocupação de espaços que são características do futebol moderno. 

Assim, não foi á toa que ele ganhou tantos títulos com o Barcelona e, agora, faz o mesmo com o Bayern de Munique.

Precisamos de um Pepe Guardiola comandando a Seleção Brasileira. 

Um comentário:

dfd disse...

OLA AMIGO!!! QUE JESUS TE ABENÇOE !!
GOSTO MUITO DO SEU SITE SOU O SEU SEGUIDOR SEMPRE !!!
FIQUE COM DEUS AMIGO E CONTINUE
ASSIM :)