Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 15 de novembro de 2014

A China, o Império Ianque e o abandono do dólar! - por Marcos Doniseti!

A China, o Império Ianque e o abandono do dólar! - por Marcos Doniseti!


De forma gradual, a moeda chinesa, o Renminbi, está substituindo o dólar ianque como a moeda utilizada em transações financeiras e comerciais internacionais, bem como na função de reserva de valor. 

O Renminbi, a moeda chinesa, se espalha pelo mundo afora, substituindo de forma cada vez mais rápida o dólar como a moeda utilizada em transações financeiras e comerciais internacionais.

Esse é o verdadeiro alicerce que sustenta o Império Ianque, ou seja, a capacidade que ele tem de financiar o seu consumismo desenfreado, as suas guerras infinitas e os seus gigantescos gastos militares (US$ 1,5 trilhão anuais). 

É graça ao fato de que o dólar é a moeda mais utilizada na economia mundial (como reserva de valor e em transações financeiras e comerciais) que faz com que os EUA tenham, virtualmente, uma capacidade ilimitada de financiar tudo o que fazem, pois essa situação gera uma demanda global pelo dólar.

Assim, todas as vezes em que alguém compra dólares, está, na prática, financiando o Império Ianque.

Mas a participação do dólar na economia mundial está diminuindo a cada década. E a moeda que está ganhando mais espaço, tirando o lugar do dólar, é a chinesa (o Renminbi).

E se esse processo de substituição do dólar pelo renminbi tiver continuidade, então a capacidade dos EUA de continuar financiando o seu Império, seu consumismo, suas guerras e gastos militares, irá diminuir drasticamente. 

E tal Império ficará muito menor e mais fraco do que é hoje.

Muitos talvez não saibam, mas um dos motivos principais pelos quais os EUA-OTAN destruíram a Líbia, levando Khadafi junto, foi o fato de que o governante líbio planejava criar um Bloco Econômico no norte da África e que teria uma moeda própria, deixando de usar o dólar em seus negócios e atividades econômicas. 

A manutenção do dólar como a principal e mais utilizada moeda na economia mundial é, assim, essencial para que os EUA continuem sendo um gigantesco e poderoso Império. Sem isso, esse Império irá desmoronar. 

Os EUA continuariam sendo um país rico e poderoso, mas a manutenção do seu Império Ditatorial Global, seu consumismo doentio, a promoção de guerras infinitas e de gastos militares gigantescos anualmente ficaria inviabilizada. 

Daí a importância dessa ação do governo chinês (bem como de outros países) de abandonar, cada vez mais, o dólar nas suas transações financeiras e comerciais. 

Se a moda pegar e outros países seguirem o exemplo, podem dizer adeus ao Império Ianque. 

Link:

http://redecastorphoto.blogspot.com.br/2014/11/panico-no-petrodolar-china-assina-swap.html

Nenhum comentário: