Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Cadê a política de comunicação do governo Dilma para desmascarar as mentiras? - Marcos Doniseti!

Cadê a política de comunicação do governo Dilma para desmascarar as mentiras? - Marcos Doniseti!
Somente as economias da China e da Índia cresceram mais do que a do Brasil entre 2007-2014, segundo o FMI.
Segundo as pesquisas mais recentes, a popularidade da Presidenta Dilma ainda está patinando na faixa dos 10%. 
Mas é difícil ser popular quando não se tem uma política de comunicação efetiva por parte do governo federal.
Em Maio deste ano, mesmo com toda essa tal 'crise', sobre a qual a Grande Mídia tanto comenta, as vendas no comércio varejista brasileiro cresceram 3,4% em relação ao mesmo mês de 2014, segundo a Serasa. Mas quantas pessoas ficaram sabendo disso?
Quantas pessoas sabem, também, que o Brasil reduziu a fome em 82%, segundo a ONU? E quantos outros sabem que, segundo o FMI, a economia brasileira cresceu 22,6% entre 2007-2014 e que, no mesmo período, a economia dos EUA cresceu 8,1%, quase três vezes menos?
Então, ou o governo Dilma trata de informar corretamente a população ou então ele continuará sendo vítima de uma Grande Mídia mentirosa, manipuladora, reacionária e entreguista, que foi beneficiada e apoiou a Ditadura Militar e que deseja entregar o Pré-Sal, a Petrobras e a Construção Civil do país para os EUA e Europa.
Se o governo Dilma não definir uma política de comunicação que leve em consideração o fato de que toda a Grande Mídia o critica o tempo inteiro e que mentiras se espalham pelas redes sociais e pelo Whatsapp com extrema rapidez e facilidade, atingindo milhões de pessoas, e que acabam ganhando ares de verdade justamente porque o governo federal não combate esses absurdos, então ficará cada vez mais difícil recuperar a popularidade perdida.
Exemplo disso: Essa boataria em torno do 'confisco da poupança' está levando com que essa perca recursos de bilhões de Reais todos os meses, pois muitas pessoas estão acreditando nisso e sacando os seus recursos. Inclusive, isso até obrigou o governo federal a reduzir o crédito imobiliário oferecido com recursos da poupança.
Agora, me respondam, por favor: O que o governo Dilma fez, de concreto, para combater essa mentira abjeta? Nada. E quantos dos responsáveis por espalhar esse absurdo foram intimados, indiciados ou presos? Que eu saiba, isso não aconteceu com ninguém.
Então, ou paramos de nos iludir com fantasias ou então, quando abrirmos os olhos será tarde demais. E daí não adiantará nada acusar a CartaCapital de coxinhice ou qualquer besteira do tipo.
Obs: O que cobro do governo Dilma são respostas imediatas para as mentiras e falsidades que a direita reacionária espalha o tempo todo pela Internet, redes sociais, Whatsapp (como essas mentiras nojentas sobre o 'confisco da poupança'). E isso não acontece, o que é um grave erro. Com relação ao Presidente Lula, é claro que ele será o candidato do PT à Presidente da República em 2018, mas é mais do que evidente de que uma recuperação na popularidade da Presidente Dilma iria ajudar muito vitória do nosso eterno Presidente.

Links:

Vendas do comércio varejista brasileiro em Maio:


FMI: PIB do Brasil cresceu 22,63% entre 2007-2014:


Banco Mundial: Brasil lidera a redução da pobreza extrema:


ONU: Fome cai 82% no Brasil entre 2002 e 2014:

Nenhum comentário: