Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 5 de setembro de 2015

O Corinthians no Brasileirão 2015 e o chororô interminável dos perdedores! - por Marcos Doniseti!

O Corinthians no Brasileirão 2015 e o chororô interminável dos perdedores! - por Marcos Doniseti!
Segundo Julio Grondona, ex-presidente da AFA, Carlos Amarilla foi o grande reforço que o Boca Jrs. teve no ano de 2013, quando a sua desastrosa arbitragem eliminou o Corinthians da Taça Libertadores, naquela que foi uma das piores arbitragens da história do futebol mundial.
Millôr Fernandez já dizia: 'Errar é humano. Botar a culpa nos outros também'.

E este virou o lema de todos os torcedores que não gostam do Corinthians (ou seja, todos os que não torcem para o Timão) neste Brasileirão 2015. Uma parte deles está demonstrando um nível tão elevado de histeria anti-corintiana que falta apenas pedir para que Dilma assine uma Medida Provisória proibindo o Corinthians de ser o Campeão Brasileiro deste ano. 

Mas, quando deixamos a paixão irracional e estúpida de lado, e passamos a analisar os fatos friamente, o que concluímos? Simples: O Corinthians tem sido, até o momento, o melhor time deste Campeonato Brasileiro. 

Isto significa que o Corinthians já ganhou o título? Claro que não. Afinal, ainda temos muitas rodadas pela frente (faltam 16 para o campeonato terminar), os times costumam oscilar bastante em um campeonato tão longo (são 38 intermináveis rodadas) e também costumam sofrer muito com suspensões e contusões de jogadores importantes durante a competição.

Mas, vamos analisar o que temos visto dentro de campo, especificamente. 

O Corinthians tem o melhor elenco deste Brasileirão 2015? Talvez não. O Palmeiras, provavelmente, talvez tenha um elenco melhor, mas ainda não tem um time entrosado, o que explica a sua irregularidade no campeonato. Era assim com Oswaldo de Oliveira no comando e isso não mudou com a contratação de Marcelo de Oliveira, que chegou ao Palestra com a fama de ser o melhor técnico do Brasil. 

A falta de tempo para treinar e entrosar um time que é formado por jogadores que foram todos contratados nos últimos meses, inclusive com o campeonato brasileiro em andamento, ajuda a entender o fato de que o Palmeiras seja, até o momento, apenas o 6o. colocado no Brasileirão 2015 e tenha conquistado 34 pontos, contra 49 pontos do Corinthians. Além disso, con tantos jogadores novoscontratados, sempre temos alguns que não rendem o esperado. 

Mas o que está claro, até o momento, é que o Timão tem o melhor conjunto (e não falo apenas do time titular, mas também dos reservas) e possui o melhor técnico, que tem o grupo 'na mão', como se diz. 

Tite é o tipo de treinador que consegue unir o grupo em torno de um mesmo objetivo. 

Assim, mesmo quem fica na reserva não reclama e todos ajudam e lutam para a conquista do título. Percebe-se claramente que o grupo está unido para atingir este objetivo. 

Muitos treinadores renomados por ai não conseguem fazer isso. Tite sim. 
O excelente treinador do Corithians, Tite, conseguiu reorganizar o time mesmo depois de ter perdido 4 jogadores importantes logo no início do Brasileirão 2015. Time recuperou a confiança, subiu de produção e passou a liderar, merecidamente, o campeonato. Título ainda não está garantido, é claro, mas o Corinthians se tornou o time a ser batido neste ano. 
O Corinthians não tem nenhum craque em seu elenco, mas tem jogadores de bom nível em todas as posições. Qual jogador do elenco corintiano pode ser considerado um cabeça-de-bagre? Entre aqueles que jogam frequentemente, não vejo nenhum que seja tão ruim tecnicamente a ponto de se dizer isso do mesmo. E aqueles poucos que não correspondem, quase não jogam. 

Cássio é bom goleiro, embora falhe feio às vezes. Sua saída em bolas aéreas é ruim, mas 'embaixo da trave' ele é muito bom. Assim, ele também faz defesas muito difíceis em momentos importantes das partidas. E Walter, o reserva, é melhor ainda do que ele e somente não é titular devido à história de Cássio no Corinthians, com o qual conquistou títulos do Paulista, Recopa, Brasileiro, Libertadores e Mundial (no qual fechou o gol, literalmente... Moses e Fernando Torres que o digam). 

A defesa do Corinthians também é sólida e bem entrosada, com Gil jogando muito bem. E Felipe subiu muito de produção neste ano, quando se tornou titular. E mesmo Edu Dracena, que chegou apenas em 2015, e já é um veterano, também se entrosou bem. Na lateral-esquerda, Uendel substituiu Fábio Santos (que foi jogar no México) e tem tido um bom desempenho. E o seu reserva imediato, o jovem Guilherme Arana, é bom jogador e tem potencial para melhorar bastante. 

O Corinthians também tem bons jogadores de marcação à frente da sua defesa (Bruno Henrique, Elias e Ralf) e que a protege muito bem, ajudando a fazer da defesa do time a menos vazada do campeonato (foram apenas 15 gols sofridos em 22 jogos; a segunda melhor defesa é a do Grêmio, com 17 gols sofridos). E em número de gols marcados, o Corinthians é o terceiro melhor do campeonato (35), ficando atrás apenas do Atlético-MG (37) e do Palmeiras (36).

O meio-de-campo ofensivo é bom, com Renato Augusto e Jadson fazendo um excelente campeonato. Jadson dá inúmeros passes para gol e ainda é o artilheiro do time no Brasileirão, tendo marcado 8 gols, o mesmo número que o time inteiro do Vasco assinalou até agora (22a. rodada). 

E mesmo a maior deficiência do time, o ataque, acabou melhorando o seu rendimento ultimamente, mesmo tendo sofrido a saída de Guerrero. 

Em primeiro lugar, isso aconteceu com a subida de produção de Luciano, que passou a fazer gols aos montes, até que o mesmo se contundiu gravemente no jogo contra o Santos, pela Copa do Brasil. E depois da sua saída, Vagner Love passou a fazer gols, recuperando a confiança e a iniciativa. E quando os atacantes de ofício não fazem gols, os volantes (Elias, Ralf, Marciel) ou os meias ofensivos (Jadson, R.Augusto), ou mesmo os defensores (Felipe, Gil) deixam a sua marca. 

Esse grande número de jogadores que marcam gols faz o Corinthians ter o terceiro melhor ataque até o momento. 


Jadson tem feito um excelente campeonato Brasileiro, sendo o artilheiro do Corinthians na competição. além de lançar, dar assistências e de ter um bom toque de bola. 
E o Timão também tem um bom banco de reservas, que dá conta do recado quando é utilizado. Exemplo disso é que quando Cássio se contundiu, Walter entrou em seu lugar e foi tão bem que a torcida passou a pedir que ele se tornasse titular. Na partida em que derrotou o Fluminense, o Corinthians jogou sem 6 titulares (Luciano, que só voltará a jogar em 2016, Bruno Henrique, Elias, Renato Augusto, Uendel e Felipe). O time tinha desfalques na defesa, meio-de-campo e no ataque e mesmo assim venceu a partida.  

E o Corinthians conseguiu manter esse elevado padrão de jogo mesmo tendo perdido quatro importantes jogadores já no começo do Brasileirão 2015, sendo que 3 eram titulares absolutos (Guerrero, Sheik e Fábio Santos) e um quarto era usado frequentemente durante as partidas (Petros). 

O que aconteceria com os outros times se tivessem passando pela mesma situação? Será que eles teriam conseguido se reorganizar, conquistar a liderança e mostrar um futebol de bom nível e se tornar o favorito para conquistar o título? Duvido. 

Quanto às arbitragens, elas estão ruins, sim, mas estão errando em prejuízo de todos. E os fatos demonstram isso claramente.

Exemplos: 

1) O Corinthians foi prejudicado em jogo contra o Santos (com um pênalti não marcado para o Timão) e contra o Coritiba (que marcou um gol irregular no final da partida, com o zagueiro Felipe tendo sofrido falta no lance de gol do Coxa);

2) O Palmeiras foi beneficiado contra o Flamengo, com 2 pênaltis não marcados para o time do RJ. E o mesmo Palmeiras foi prejudicado contra o Goiás;

3) E o mesmo Goiás teve um pênalti escandaloso que o árbitro não marcou, contra o SPFC, no Morumbi, sendo que o goleiro do tricolor (Renan), que cometeu o pênalti, deveria ter sido expulso;

4) Na partida entre Atlético-PR 0 X 0 Santos (na Arena da Baixada), o árbitro marcou um pênalti inexistente a favor do Santos no 1o. tempo (que Ricardo de Oliveira desperdiçou) e deixou de assinalar um outro pênalti, no segundo tempo, também a favor do Santos.

Quanto ao Fluminense, ele ainda tem 'pagar' duas Séries B. Se tem um time que não tenho mais respeito algum é esse, principalmente depois do que fez com a Portuguesa.

Se eu assistisse a todos os jogos do Brasileirão 2015, tenho certeza de que veria muito mais erros graves de arbitragem e que são, muitas vezes, solenemente ignorados pela 'imprensa esportiva' brasileira. Quando assisto aos jogos, dos mais variados times, vejo um verdadeiro festival de pênaltis, faltas, impedimentos, gols, marcados ou não marcados de maneira incorreta. 

Meu pai acompanha futebol desde os 10 anos de idade (ele tem 75) e fala que os árbitros sempre erraram muito, mas antes não tínhamos tantas câmeras transmitindo as partidas, não existia o 'Replay', nem trocentas fotografias sendo tiradas ou muito menos os 'tira-teimas' da vida. 

Bingo. 
Antigamente, os jogos de futebol não eram transmitidos pela TV. Se fossem, os recursos tecnológicos não se comparavam nem remotamente com aqueles existentes atualmente. Mas os árbitros e assistentes continuam sem poder fazer uso dos mesmos no caso dos lances mais polêmicos, devido à jurássica International Board não permitir que isso seja feito. 
Afinal, é muito fácil para um locutor ou comentarista esportivo que assiste a um mesmo lance várias vezes antes de sair comentando por aí que 'a arbitragem errou', 'isso é apito amigo', ou qualquer bobagem deste tipo. 

Eu queria ver eles não errarem sem ter acesso a todos esses recursos tecnológicos, aos quais a arbitragem não pode recorrer, devido à postura pré-histórica da FIFA e da sua brontossaúrica 'International Board', que é a responsável por promover qualquer alteração nas regras do Futebol.

Até em Copas do Mundo já tivemos erros monumentais de arbitragem. Exemplos disso não faltam. 

O Brasil, por exemplo, já foi beneficiado (em 1962, na partida contra a Espanha) e prejudicado (em 1982, no jogo contra a Suécia) em Copas do Mundo. A Hungria teve um gol legítimo anulado na final da Copa do Mundo de 1954, quando perdeu, de maneira surpreendente, para a então zebra Alemanha Ocidental. 

A goleada de 6 X 0 aplicada pela Argentina sobre a ótima seleção do Peru, na Copa do Mundo de 1978, já foi alvo de várias denúncias, inclusive de que os peruanos teriam entregue o jogo em troca de alguns benefícios econômicos em um acordo fechado pelas Ditaduras Militares que governavam os dois países na época. 

A Inglaterra foi beneficiada por um gol inexistente na final da Copa do Mundo de 1966, contra a Alemanha. Já vi o VT completo desta partida e a Inglaterra mereceu ganhar o título, pois jogou muito melhor, mas o terceiro gol inglês assinalado pelo árbitro não aconteceu. 

E a mesma Inglaterra foi prejudicada, na Copa do Mundo de 2010, quando um gol de Lampard não foi assinalado pelo árbitro, mesmo com a bola tendo entrado inteiramente no gol alemão. E isso aconteceu quando a partida estava 2 X 1 para o time germânico. Um gol inglês ali empataria o jogo e poderia mudar o resultado final da partida, que terminou 4 X 1 para a Alemanha. 

Aliás, foi somente depois deste grave erro, que predicou a seleção inglesa na Copa de 2010, que a International Board permitiu o uso da tecnologia para saber se uma determinada bola entrou no gol ou não. Mas parou nisso, infelizmente. 

Então, tem muitos outros times e seleções por aí sendo beneficiados e prejudicados por erros de arbitragem no Brasileirão e em muitos outros campeonatos (e muitas vezes isso acontece no mesmo jogo). 

Logo, atribuir à arbitragem o motivo principal pelo fato do Corinthians estar liderando o Brasileirão 2015 é mero chororô de perdedor ou desculpa esfarrapada de jornalistas esportivos, treinadores, jogadores ou dirigentes para tentar justificar a queda de rendimento do seu time ou para não ter que explicar porque, mesmo tendo feito contratações à granel, o mesmo não rende o esperado e está praticamente fora da disputa pelo título desde campeonato brasileiro. 

O fato concreto é que a arbitragem brasileira é muito ruim, mesmo. Sempre foi. Mas antes não havia tantos recursos tecnológicos para mostrar os inúmeros erros que aconteciam. 

E tampouco havia uma legião de supostos 'jornalistas esportivos' querendo criar falsas polêmicas, para ficarem mais famosos do que o Papa ou do que o Obama, principalmente quando envolvem os clubes de maior torcida do país e que geram muito mais audiência para as emissoras de rádio e tv, portais de internet, blogs e outras mídias. Eles chegam ao ponto, até, de falar mal do Corinthians mesmo quando os erros acontecem em partidas que não envolvem diretamente o clupe paulista. 

Haja hipocrisia!
Marco Polo Del Nero é presidente da CBF e conselheiro do Palmeiras. José Maria Marín, ex-presidente da CBF, é sócio do São Paulo. Isso é correto? 
E no caso do Corinthians essa palhaçada midiática é ainda maior, pois o clube fundado por operários paulistanos em 1910 tem mais de 32 milhões de torcedores em todo o Brasil, seus jogos alcançam uma audiência muito maior do que a de todos os outros times, chegando até a igualar ou superar a audiência de jogos da Seleção Brasileira, e o mesmo ainda consegue sempre obter os patrocínios de maior valor. 

E o Corinthians também possui o maior patrocínio master do futebol brasileiro, recebendo R$ 30 milhões anuais da CEF. O segundo colocado é o Flamengo, que recebe R$ 25 milhões/ano da mesma CEF. Palmeiras (Crefisa) e Atlético-MG (MRV), por sua vez, ganham R$ 23 milhões anuais de seus patrocinadores master. São Paulo (6 vezes campeão brasileiro) e Santos (oito vezes, segundo a CBF) sequer possuem um patrocinador master, de 'tão bem' administrados que eles são. 

Mas quando o Corinthians é prejudicado pela arbitragem ou quando os times beneficiados por tais erros são outros, o que se ouve por parte da tal 'crônica esportiva' é um silêncio sepulcral e hipócrita, que demonstra claramente que tais 'jornalistas' tem time, sim, e torcem de forma tão apaixonada quanto um torcedor comum pelos seus clubes de coração e contra os clubes que mais detestam. 

Aliás, eles também se esquecem de que os atuais dirigentes da CBF são adversários antigos do Corinthians. O ex-presidente José Maria Marín é historicamente ligado ao SPFC, clube do qual é sócio. E o atual presidente, Marco Polo Del Nero, tem fortes ligações com o Palmeiras, do qual é conselheiro. 

E o ex-presidente corintiano, mas que ainda é muito influente no clube, no qual ocupa o cargo de Superintendente de Futebol, Andrés Sanchez, é rival de ambos (Marin e Del Nero), pois não esconde o seu desejo de vir a se tornar presidente da CBF. 

Então, como é possível existir algum complô para que o Corinthians seja campeão brasileiro, se o principal dirigente do clube paulista é rival dos atuais manda-chuvas da CBF? Quem estaria por trás de tal complô? Papai Noel? O Saci-Pererê? O Monstro do Lago Ness? 

Fala sério, vai...

Assisto aos jogos do Campeonato Inglês (a famosa Premier League) e o nível da arbitragem na Inglaterra é bem melhor do que aquela que temos no futebol brasileiro. Mas, mesmo assim, eles também erram por lá e, muitas vezes, cometem erros graves. 

A diferença em relação ao Brasil é que lá não temos marqueteiros, disfarçados de supostos 'jornalistas esportivos', querendo aparecer às custas dos mesmos. 


Vídeo: Inglaterra 4 X 2 Alemanha (final da Copa do Mundo de 1966):



Vídeo - Gol de Lampard na Copa de 2010 (Alemanha 4 X 1 Inglaterra):




Links:

Carlos Amarilla é punido pela Federação do Paraguai por ter prejudicado o Corinthians na Libertadores 2013:

http://esportes.r7.com/futebol/federacao-paraguaia-afasta-o-arbitro-carlos-amarilla-suspeito-de-prejudicar-o-corinthians-22062015

CBF afasta vários árbitros e assistentes do Brasileirão 2015:

http://www.lancenet.com.br/brasileirao/CBF-arbitros-rodada-desastrosa-Serie_0_1424257692.html

José Maria Marín é sócio do SPFC:


Audiência maior faz 'Globo' exibir mais jogos do Corinthians:


Os maiores patrocínios do futebol brasileiro:


Acordo entre Ditaduras Militares, fez Peru entregar jogo para a Argentina na Copa de 1978:


Em gravação, Julio Grondona confessa que Corinthians foi prejudicado de forma deliberada por Carlos Amarilla na Libertadores 2013:


Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, é conselheiro do Palmeiras:

Nenhum comentário: