Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 27 de março de 2016

Governo Golpista: PMDB já prepara plano de ajuste fiscal que irá prejudicar mais pobres, trabalhadores e classe média! Banqueiros e especuladores serão os maiores beneficiados! - Marcos Doniseti!

Governo Golpista: PMDB já prepara plano de ajuste fiscal que irá prejudicar mais pobres, trabalhadores e classe média! Banqueiros e especuladores serão os maiores beneficiados! - Marcos Doniseti!
Salário Mìnimo teve um grande aumento do seu poder de compra a partir do governo Lula, processo que continuou no governo Dilma. 
Vejam só o que um eventual governo golpista, pós-Dilma, liderado pelo PMDB e pelo PSDB irá fazer:

1) Redução e eliminação de programas sociais. Serão fortemente atingidos programas como o ProUni, Minha Casa Minha Vida e Fies;

2) Restrição de subsídios para inúmeros setores da economia. 

Tais medidas serão tomadas para aumentar o superávit primário, que é a parte do Orçamento que o governo destina para o pagamento da dívida pública, cujos maiores credores são os bancos e os fundos de investimentos privado, embora entidades públicas (BB e CEF) também sejam credores do Estado. 

Resumindo: Um eventual governo golpista vai sacrificar os setores produtivos da economia e os mais pobres, a fim de aumentar o superávit primário e encher ainda mais os bolsos dos banqueiros.

Afinal, o lucro do Itaú em 2015, por exemplo, foi de 'apenas' R$ 23,3 bilhões. E o lucro do Bradesco, também em 2015, foi de meros R$ 17,2 bilhões. Somando os dois maiores bancos privados do Brasil, o lucro deles foi de 'apenas' R$ 40,5 bilhões em 2015. 
Apenas em 2015, o lucros dos dois maiores bancos privados brasileiros, Itaú e Bradesco, totalizou a módica quantia de R$ 40,5 bilhões. Mas os banqueiros acham que isso é muito pouco e querem mais. E o governo golpista do PMDB-PSDB está disposto a lhes dar mais dinheiro ainda, elevando o superávit primário e cortando os programas sociais. Assim, os pobres ficarão mais pobres e os ricos ficarão mais ricos. 
Tadinhos dos donos do Itaú e do Bradesco, eles estão necessitados, pobres coitados. 

Michel Temer e os líderes do PSDB-PMDB estão com pensa dos donos do Itaú e do Bradesco, que lucraram 'apenas' R$ 40,5 bilhões em 2015. Os líderes tucanos e do PMDB devem pensar que dois bancos privados lucrarem mais de R$ 40 bilhões em apenas um ano é uma mixaria, né? 

Assim, um eventual governo golpista pós-Dilma todas as medidas de governo serão adotadas visando beneficiar o grande capital financeiro especulativo, que não produz um parafuso ou um grão de soja sequer, mas que lucra horrores. 

Portanto, um eventual governo golpista PMDB-PSDB irá piorar e muito as condições de vida da imensa maioria da população, que vive de salários ou de pequenos lucros e não de especulação financeira desenfreada. 
Reservas internacionais líquidas do Brasil são de US$ 373,2 bilhões, superando a dívida externa total do país em US$ 42,5 bilhões. 
E depois quando postamos mensagens e textos dizendo que um eventual governo golpista irá prejudicar imensamente aos mais pobres, aos trabalhadores assalariados e até à classe média há quem diga que estamos fazendo 'discursinho petista' ou 'terrorismo'. 

Tais pessoas precisam se informar urgentemente sobre os verdadeiros planos do futuro governo golpista liderado pelo PMDB-PSDB. Afinal, se não fizerem isso agora, quando tais medidas começarem a ser implementadas já será tarde demais. 

E tais medidas, que são recessivas e irão provocar um forte arrocho salarial e um grande aumento do desemprego, não serão prejudiciais apenas para trabalhadores assalariados e para os mais pobres. 

A redução e eliminação de programas sociais também irá prejudicar muito a classe média. 

Afinal, quando o desemprego diminui e a renda dos mais pobres e dos tabalhadores assalariados cresce, aumenta o consumo de produtos e serviços oferecidos por muitos pequenos empresários e prestadores de serviços que fazem parte da classe média. E quando o desemprego aumenta e a renda dos mais pobres e assalariados diminui, a classe média também é prejudicada, pois seus clientes irão sumir. 
Exportações brasileiras passaram por um expressivo crescimento depois de 2003. Em 2016, o superávit comercial brasileira deverá chegar aos US$ 50 bilhões, segundo a AEB (Associação de Comércio Exterior do Brasil).
Assim, a classe média também será imensamente prejudicada por um eventual governo golpista que venha a tomar medidas de arrocho fiscal tão fortes quanto as que estão sendo planejadas pelo PMDB-PSDB. 

Até mesmo um dos principais líderes do movimento golpista, Moreira Franco (braço direito de Michel Temer) já admitiu publicamente que teremos uma forte redução nos gastos sociais, o que irá atingir fortemente programas como o Minha Casa Minha Vida, Fies e ProUni, além da Saúde pública. 

Então, é bom que o povo brasileiro esteja preparado, pois se a Dilma for derrubada as suas condições de vida irão piorar muito e o mesmo irá empobrecer bastante caso venhamos a ter um governo golpista liderado pelo PMDB-PSDB. E o mais inacreditável é que isso será feito apenas para que os Grandes Capitalistas, nacionais e estrangeiros, fiquem ainda mais ricos do que já são. 

E sabem o que é pior? É que não há nenhuma necessidade de se tomar medidas como essas. Afinal, a economia brasileira já realizou o ajuste econômico que necessitava, o que ocorreu, essencialmente, em 2015. 
As listas dos programas sociais foram as únicas nas quais Lula e Dilma foram citados. Já os líderes do movimento golpista estão nas listas de Furnas, da Odebrecht...
Senão, vejamos:

1) A inflação prevista para este ano é de 7%, bem inferior aos 10,67% de 2015. E para 2017 a previsão já é de uma taxa de inflação de apenas 4,5%; 

2) Com a queda da inflação, a taxa de juros (Selic) poderá começar a ser reduzida; 

3) O déficit externo em 2016 será de apenas US$ 25 bilhões (contra US$ 90,9 bilhões em 2014); 

4) O superávit comercial de 2016 deverá chegar aos US$ 50 bilhões; 

5) As tarifas de energia já começaram a ser reduzidas (a seca que atingiu o Sudeste e o Nordeste nos últimos anos terminou); 

6) As reservas internacionais líquidas (US$ 373,2 bilhões) superam a dívida externa bruta (US$ 330,7 bilhões) em US$ 42,5 bilhões;

7) Os investimentos externos produtivos no Brasil (IED) deverão ser de, no mínimo, UDS$ 60 bilhões em 2016. 

Assim, para 2016, o cenário para a economia brasileira é o seguinte:

1) Inflação de 7%;
2) Juros (Selic) começando a diminuir;
3) Superávit Comercial de US$ 50 bilhões;
4) Déficit Externo de apenas US$ 25 bilhões, caindo 72,5% em relação a 2014;
5) Redução das tarifas de Energia;
6) Reservas Internacionais Líquidas superando a Dívida Externa Bruta em US$ 42,5 bilhões;
7) Investimentos Externos Produtivos de US$ 60 bilhões.
A taxa de Inflação ficou dentro das metas entre 2004 e 2014, durante 11 anos consecutivos. Somente em 2015 (inflação de 10,67%) é que isso não aconteceu. A taxa de inflação prevista para 2016 é de 7%, ficando próxima do teto da meta, que é de 6,5%. Para 2017, a previsão é de inflação de 4,5% (centro da meta). Inflação de 2015-2016 foi, essencialmente, uma inflação de custos, provocada pela maxidesvalorização do Real, seca no Nordeste e Sudeste (que obrigou a acionar as termelétricas, elevando as tarifas de energia) e pelo ajuste nos preços dos combustíveis. 
Basta superar a crise política, enterrando o processo de Impeachment, que o país estará pronto para retomar o crescimento econômico. No aspecto econômico e financeiro, o ajuste já foi feito. 

Agora, basta termos um mínimo de estabilidade política para que o Brasil inicie um novo ciclo de crescimento sustentado, pois as condições econômicas e financeiras para isso já foram criadas. 

E com a retomada do crescimento econômico, o ajuste das contas públicas irá ocorrer naturalmente, em função do aumento da arrecadação de impostos. Sempre que a economia cresce, o déficit público diminui. E é isso que irá acontecer quando o crescimento voltar. Desta maneira, teremos um ajuste natural das contas públicas, o que irá liberar novos investimentos públicos que, por sua vez, contribuirão para um crescimento econômico mais forte. 

Logo, se futuramente um eventual governo golpista vier com a conversa fiada de que 'o governo do PT quebrou o Brasil', o mesmo estará mentindo na cara-dura ao povo brasileiro. 

O fato concreto é que o Brasil já reúne todas as condições econômicas e financeiras necessárias para se promover a retomada do crescimento econômico, em função do ajuste realizado, principalmente, em 2015. 
Precisa dizer mais alguma coisa? Bem, o fato concreto é que um eventual governo golpista liderado pelo PMDB-PSDB irá encerrar a 'Operação Lava Jato', dando um jeito de anular a mesma. Com isso, todos os envolvidos ficarão livres, menos os do PT, é claro, já que a operação nunca visou o combate à corrupção, mas derrubar Dilma, destruir Lula e aniquilar o PT e as demais forças progressistas. 
O que precisamos, agora, é de estabilidade política e que os responsáveis pela operação Lava Jato passem a respeitar as leis do país, algo que eles nunca fizeram. Os inúmeros vazamentos seletivos, para a Grande Mídia, das delações premiadas são de uma flagrante ilegalidade. Tais delações são sigilosas e seu conteúdo não pode ser divulgado. A divulgação de grampos ilegais que flagram conversas da Presidenta da República também são totalmente ilegais. 

Então, o que o Brasil precisa, resumidamente, é de que o respeito às Leis e à Constituição voltem a fazer parte da agenda da oposição e dos responsáveis pela operação Lava Jato. Se isso for feito, não haverá Impeachment, pois não há nada que envolva a Presidenta Dilma na prática de crime de responsabilidade, como tantos juristas brasileiros já se cansaram de dizer. 

Com isso, o crescimento econômico brasileiro será retomado, muito brevemente. 

Não Vai Ter Golpe! 

Links: 

André Singer: Impeachment de Dilma é Golpe, pois ela não cometeu crime de responsabilidade; Oposição leva adiante um processo de Impeachment sem base jurídica:

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/222758/Singer-Dilma-faz-bem-em-resistir-e-Lula-est%C3%A1-vivo.htm

Pedido de Impeachment é Golpe Parlamentar, aceito por capricho, diz jurista:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2015-12/pedido-de-impeachment-e-golpe-parlamentar-aceito-por-capricho-diz-jurista

Pretexto para Impeachmen de Dilma afetaria outros 16 governadores de estado:

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/03/pretexto-para-impeachment-e-golpe-nao-passarao-afirma-cardozo-8980.html
Apenas em 2013 os lucros do Itaú e do Bradesco, somados, chegou a R$ 28 bilhões. Em 2015, o lucro dos dois bancos chegou a R$ 40,5 bilhões. Mas os banqueiros ainda acham pouco e querem mais... E o governo golpista do PMDB-PSDB irá lhes dar mais, às custas dos pobres, dos trabalhadores assalariados e da classe média. 
Moreira Franco: Governo Golpista pós-Dilma irá cortar os programas sociais:

http://www.brasil247.com/pt/247/poder/222769/Bra%C3%A7o-direito-de-Temer-Moreira-fala-em-corte-de-programas-socais.htm

Governo Golpista: PMDB já prepara ajuste fiscal, que prejudicará os mais pobres, trabalhadores e classe média:

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,pmdb-prepara-ajuste-para-cortar-subsidios-e-diminuir-o-gasto-publico,10000023314

Ajuste econômico já foi feito e Brasil reúne todas as condições para voltar a crescer:

http://guerrilheirodoentardecer.blogspot.com.br/2016/03/ajuste-economico-ja-foi-feito-e-brasil.html

Lucro do Itaú foi de R$ 23,3 bilhões em 2015:

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/02/lucro-do-itau-unibanco-atinge-r-2335-bilhoes-em-2015.html

Lucro do Bradesco fecha em R$ 17,2 bilhões em 2015:

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/01/lucro-do-bradesco-cresce-para-r-1719-bilhoes-em-2015.html

AEB: Superávit comercial poderá atingir os US$ 50 bilhões em 2016:

http://economia.estadao.com.br/blogs/fernando-dantas/superavit-comercial-de-us-50-bi/

STF desarquiva ações de improbidade administrativa contra José Serra, Pedro Malan e Pedro Parente, ex-ministros do governo FHC:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/stf-desarquiva-acoes-por-improbidade-de-serra-malan-e-outros-ex-ministros-de-fhc/

Lista da Odebrecht é só um aperitivo; Outras listas incluem muitos outros nomes (juízes, do MP, militares):

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/03/1753975-lista-da-odebrecht-e-so-aperitivo-do-que-existe-nos-arquivos-da-empresa.shtml

Marcio Pochmann: Defensores do golpismo escondem o que desejam fazer com o país! 


http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2016/03/defensores-do-golpismo-escondem-o-que-desejam-fazer-com-o-pais

Nenhum comentário: