Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Espanha: Esquerda e Centro-Esquerda poderão formar novo governo!

Espanha: Esquerda e Centro-Esquerda poderão formar novo governo!
Alberto Garzón, líder da Izquierda Unida, e Pablo Iglesias (líder do Podemos) se uniram para a eleição que se realizará no próximo dia 26/06. O 'Unidos Podemos' chegou a 26% das intenções de voto, se transformando na principal força política progressista do país, deixando o PSOE, mais antigo e tradicional, para trás. 
Pesquisa feita pelo Metroscopia, tradicional instituto de pesquisa espanhol, mostra crescimento da Esquerda, para a eleição que será realizada no próximo Domingo (26/06).

A aliança entre Podemos e Izquierda Unida, o 'Unidos Podemos' (Esquerda Progressista), chegou a 26% das intenções de voto, contra 29% do PP (Direita Neoliberal), deixando o PSOE para trás.

Com isso, o Unidos Podemos deverá eleger a segunda maior bancada de deputados para o Parlamento espanhol, ficando atrás apenas do PP.

O PSOE, antigo e tradicional partido de Centro-Esquerda espanhol, mas que se voltou para a adoção de ideias e de políticas neoliberais, deverá perder, pela primeira vez, desde o fim da ditadura de Franco, a condição de principal força política progressista da Espanha.

E o Ciudadanos é, essencialmente, um novo partido de Direita Neoliberal, mas que procura se apresentar com um discurso mais centrista do que o do PP, conquistando o apoio de eleitores conservadores e moderados que, antes, votavam no tradicional partido da Direita Neoliberal, o PP, que perdeu muitos votos nos últimos anos em função da crise que atingiu a Espanha depois de 2008.

A Espanha tem uma população de 46,8 milhões, um PIB de US$ 1,3 trilhão e Renda per Capita de US$ 32.200 (no conceito de Paridade de Poder de Compra).

Mas a Espanha é o país que possui a segunda maior taxa de desemprego da Europa (21% em Abril deste ano), ficando atrás apenas da Grécia, tem uma Dívida Pública que cresceu de forma explosiva, passando de 35,5% do PIB em 2007 para 99,2% do PIB em 2015 (aumento de 179,4%) e viu a sua Renda per Capita cair de US$ 34.800 em 2007 para US$ 32.200 em 2014 (queda de 7,5%). 

Os resultados da pesquisa foram:

PP 29%; 114 deputados;
Unidos Podemos: 26%; 93 deputados;
PSOE 20,5%: 82 deputados;
Ciudadanos: 14,5%; 39 deputados;
Outros 22 deputados.

O Parlamento espanhol possui 350 deputados. Logo, são necessários 176 deputados para se formar um governo que tenha maioria absoluta.

Segundo as estimativas do instituto Metroscopia, uma eventual aliança entre Unidos Podemos e PSOE chegaria a 175 deputados, faltando apenas 1 para que pudessem formar o novo governo espanhol.

Este apoio poderia ser obtido junto aos partidos políticos autonomistas, de atuação regional.

Já uma eventual aliança entre os partidos da Direita Neoliberal, PP e Ciudadanos, ficaria longe da maioria absoluta, elegendo apenas 153 deputados, 23 a menos do que o necessário.

Com isso, a Espanha também passaria a ter, tal como já acontece em Portugal, um governo com um perfil mais progressista e que se propõe a enterrar as políticas neoliberais e de arrocho.

Que assim seja.

Links:

Metroscopia: Pesquisa mostra Unidos Podemos em 2o. lugar: 

http://politica.elpais.com/politica/2016/06/18/actualidad/1466246754_337343.html

Espanha - Dívida Pública:

http://pt.tradingeconomics.com/spain/government-debt-to-gdp

Espanha - Taxa de Desemprego:

http://pt.tradingeconomics.com/spain/unemployment-rate

Espanha - Renda per Capita: 

http://pt.tradingeconomics.com/spain/gdp-per-capita-ppp

Nenhum comentário: