Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 21 de agosto de 2016

Resultados do Futebol e de Eleições no Brasil: Nada a Ver! - Marcos Doniseti!

Resultados do Futebol e de Eleições no Brasil: Nada a Ver! - Marcos Doniseti!
Gabriel Jesus é um dos bons jogadores revelados no Brasil nos últimos anos. Muitos deles estiveram na conquista da medalha de Ouro olimpíca, título inédito para o futebol brasileiro, que é o mais vitorioso do mundo. Desde a década de 1930 que o Brasil é uma das grandes forças do futebol mundial. E com essa conquista, ele começará a ser respeitado novamente, pois jogadores talentosos temos em grande número, mais do que qualquer outro país. 
Vejam quais foram os resultados da Copa do Mundo e das eleições presidenciais no Brasil desde 1994:

1) Copa 1994: Brasil Campeão; FHC (governo) ganha eleição;

2) Copa 1998: Brasil perde; FHC (governo) ganha eleição;

3) Copa 2002: Brasil Campeão; Lula (oposição) ganha eleição;

4) Copa 2006: Brasil perde; Lula (governo) ganha eleição;

5) Copa 2010: Brasil perde; Dilma (governo) ganha eleição;

6) Copa 2014: Brasil perde; Dilma (governo) ganha eleição.

Notem que a única vez em que o Brasil ganhou a Copa do Mundo e, no mesmo ano, o candidato governista venceu uma eleição presidencial foi em 1994, ano de lançamento do Plano Real. 

Mas quem tem um pouco de memória sabe que Lula liderava com folga todas as pesquisas até o lançamento do Plano Real. 

As pesquisas da época, sem exceção, mostravam Lula com maioria absoluta de votos já no 1o. turno. Daí veio o lançamento do Plano Real, que derrubou a inflação e, com isso, poucas semanas após o lançamento da nova moeda FHC ultrapassou 

Lula em todas as pesquisas e, desta maneira, venceu a eleição com folga já no 1o. turno.

Logo, a vitória de FHC não teve nada a ver com a conquista da Copa do Mundo, mas sim com o lançamento do Plano Real. Este é que fez a diferença na disputa eleitoral daquele ano. 

Portanto, tem que ser muito ingênuo e desinfomado politicamente para acreditar que a popularidade de Temer irá subir em função da conquista da medalha de Ouro pela Seleção Olimpíca brasileira. 

O que essa conquista mostra é que o futebol brasileiro tem plenas condições de recuperar a competitividade e o prestígio que já desfrutou durante muitos anos, mesmo tendo um futebol muito mal administrado e com uma única rede de tv monopolizando as suas transmissões já há várias décadas. 
Lucas Lima foi um dos bons jogadores revelados no Brasil nos últimos anos. Ele não esteve na Olimpíada devido a uma contusão. E é claro que grandes clubes da Europa desejam contratá-lo. 
A quantidade de bons jogadores que o Brasil vive revelando, todos os anos, praticamente tornam o país um eterno favorito para as principais competições de Futebol do mundo, em todas as categorias, já há muito tempo. Isso não começou agora. 

Não é apenas a seleção principal que já conquistou inúmeros títulos internacionais. 

O mesmo já aconteceu com as seleções de base do Brasil. O único título que faltava, 
o Olimpíco, não falta mais e somente não foi conquistado antes porque o Brasil foi proibido, durante muito tempo, de disputar a competição com jogadores profissionais.

Enquanto os países ditos 'socialistas' levavam as suas seleções principais para a Olimpíada, usando do discurso mentiroso de que eles eram 'amadores', o Brasil e os outros países eram obrigados a levar seleções juvenis, de base, sem nenhum profissional. 

E depois que os profissionais passaram a disputar a Olimpíada, o Brasil chegou, pela primeira vez, à disputa do título em várias oportunidades, mas acabou perdendo na decisão, o que é normal no futebol mundial, que é altamente competitivo.

Agora, esse título foi conquistado porque temos uma ótima geração de bons jogadores, que foram revelados nos últimos anos (Luan, Gabigol, Gabriel Jesus, Thiago Maia, Rodrigo Caio, Marquinhos, Zeca, Walace...). 
Com a contratação de Tite o Corinthians conquistou alguns dos principais títulos da sua história. E sob o seu comando agora a Seleção Brasileira tem um treinador de verdade, o que não acontecia desde a Copa de 2006, pelo menos. Mas o tempo desperdiçado na preparação para a Copa 2018 irá prejudicá-lo. Afinal, foram mais de dois anos de preparação que foram jogados no lixo... 
Eles ainda não tem, em muitos casos, experiência internacional e grande parte deles jamais foi convocado para a seleção principal do Brasil, mas jogam muito bem pelos seus clubes. Gabriel Jesus, que passou a se destacar pelo Palmeiras a partir de 2015, mas cujo desempenho em 2016 melhorou ainda mais, já foi contratado pelo Manchester City (um dos clubes mais ricos do mundo) por 32,7 milhões de Euros. E ele tem apenas 19 anos de idade. 

Assim, mesmo sem ter formado qualquer seleção olimpíca nos últimos quatro anos, mas possuindo uma geração de jogadores talentosos, o Brasil conseguiu conquistar o seu primeiro título olimpíco. 

Copa de 2018 - Preparação desperdiçada! 

O grande problema do futebol brasileiro é que ficamos desde a Copa de 2006 sem um treinador de verdade. 

Dunga nunca foi técnico de nada e não sabe sequer organizar taticamente um time. É ruim demais como treinador. Felipão e Parreira, que comandaram a Seleção do Brasil na Copa de 2014, são totalmente obsoletos. Parreira, inclusive, já tinha se aposentado do futebol quando foi chamado para participar da comissão técnica do Brasil para a Copa. 

E Felipão tem alguns méritos, frutos do seu passado, mas a sua concepção de futebol é medieval. Dar chutões para a frente e rezar para o Neymar resolver tudo sozinho lá na frente, que foi o esquema usado na Copa de 2014, é coisa de quem não entende lhufas de futebol moderno. 

Outra coisa: Podem ter certeza de que muitos dos jogadores que disputarão a Copa de 2018 estiveram nessa Olimpíada, tais como: Luan, Gabigol, Gabriel Jesus, Thiago Maia, Rodrigo Caio, Marquinhos, Zeca, Walace. 
Revelado pelo Corinthians, ainda jovem Marquinhos foi levado para a Europa, tendo sido contratado pela Roma. Agora ele é jogador do PSG, um dos mais ricos clubes de futebol do mundo e tem futebol com qualidade suficiente para ser titular do Brasil na Copa de 2018. 
E olha que um bom número de bons jogadores ficou de fora da Olimpíada, por algum motivo (idade, contusão ou porque o clube não o liberou), como são os casos de Casemiro, Lucas Lima, Douglas Costa, Danilo, Philipe Coutinho e William.

Temos uma ótima geraçao de jogadores, mas não tínhamos um treinador de Seleção que soubesse fazer com que eles jogassem um bom futebol.

Agora temos (Tite, é claro). 

O problema é que a CBF perdeu dois anos com essa palhaçada de acreditar que o inepto e arrogante Dunga seria um treinador de futebol (o que nunca foi) e desperdiçamos um tempo imenso de preparação para a próxima Copa 2018. 

Como sempre, é a mediocridade dos dirigentes esportivos brasileiros atrapalhando o futebol do país, que desde a década de 30 do século 20 sempre foi uma das grandes forças do futebol mundial e que continua revelando novos e bons jogadores quase todos os anos. 

Ou vocês acham que tais jogadores atuam nos maiores clubes do futebol mundial à toa? Será que os dirigentes de Barcelona, Real Madrid, Manchester City, Liverpool, Chelsea, PSG, Atlético de Madrid são todos burros, estúpidos e imbecis quando gastam dezenas de milhões de Euros para contratar jogadores brasileiros? Claro que não. Contratam porque eles são bons.

Repito: agora que temos um treinador de verdade no comando da Seleção Brasileira, temos tudo para voltar a ser respeitados novamente no cenário do futebol mundial. 

E é neste sentido que a conquista da Olimpíada pelo Brasil foi importante. 
Michael Jordan tornou-se um miltimilionário graças aos contratos que assinou tanto como jogador, como em função daqueles que fez como garoto-propaganda. Esporte de alto nível, popular e ídolos de massa também é uma combinação que está presente no futebol globalizado da atualidade.
Ela resgata uma parte do prestígio perdido pelo futebol brasileiro nos últimos anos e mostra que os outros países terão que passar a respeitar a Seleção Brasileira novamente. 

Futebol e Marketing!

Algumas pessoas reclamam do marketing que cerca um craque como é o Neymar. 

Bem, tais pessoas devem ser totalmente malucas para acreditar que é possível deixar o marketing de lado no futebol mundial. Se acreditam nisso, é porque estão totalmente por fora da realidade do atual futebol globalizado e bilionário. 

No futebol globalizado e bilionário que temos no mundo atualmente, o marketing e o desempenho do jogador dentro de campo andam de mãos dadas. Não há como separá-los. Sem chance. 

Um exemplo disso é que um bom jogador como era o inglês Beckham (mas que nunca foi um craque) ganhava mais dinheiro com publicidade do que jogando futebol. 

Com os grandes astros do futebol mundial atual (Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar, por exemplo) acontece o mesmo. 
O espanhol Pep Guardiola é considerado, por muitos, o melhor treinador do futebol mundial. E ao lado de outros grandes nomes (José Mourinho, Simeone) ele também ganha salários milionários. No futebol globalizado, isso é a norma. Se você é muito bom no que faz, então acabará se tornando um milionário, seja um treinador ou um jogador de futebol. 
E o mesmo ocorria, por exemplo, com Michael Jordan, o maior jogador da história do basquete. 

Acordem: O amadorismo no futebol mundial acabou e isso ocorreu já há muito tempo.

Links:

Gabriel Jesus é vendido para  Manchester City por 32,7 milhões de Euros: 

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/2016/08/palmeiras-e-city-oficializam-venda-de-gabriel-jesus-por-r-121-milhoes.html

Nenhum comentário: