Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Em defesa do Voto Útil para fortalecer as forças progressistas: Uma reflexão! - Marcos Doniseti!

Em defesa do Voto Útil para fortalecer as forças progressistas: Uma reflexão! - Marcos Doniseti!

Uma vitória de Haddad na capital paulista seria importante para ajudar a barrar os planos golpistas, que incluem a destruição dos programas sociais, o fim da CLT, arrocho salarial, privatizações desnacionalizantes e uma reforma previdenciária que será imensamente prejudicial à imensa maioria da população.
Assino embaixo do que o Renato Rovai escreveu em seu texto publicado no site da 'Revista Fórum' (ver link abaixo).

As forças progressistas, independente de suas diferenças, estão na defensiva neste momento histórico. As Direitas Retrógradas deram um Golpe e assumiram o controle do governo Federal.

E agora, elas estão fortalecidas para essa eleição municipal.

Assim, entendo que ou as forças progressistas se unem agora ou não vai sobrar muito coisa delas depois desta eleição.

Se ocorrer uma grande vitória dos partidos conservadores (PMDB, PSDB, PP, PTB, DEM, PP, PR, PSC, SD, PSD, PV) que apoiam o governo Temer, a Grande Mídia e seu governo ilegítimo irão dizer que as eleições 'legitimaram' o mesmo, por mais falso que isso seja, já que não se trata de uma eleição presidencial.

Mas é este o discurso que as forças reacionárias usarão.
Segundo as pesquisas mais recentes, Marcelo Freixo é o candidato progressista com mais chances de ir ao 2o. turno na eleição para a prefeitura do Rio de Janeiro. Em Porto Alegre, esse candidato é Raul Pont (PT) e em São Paulo é Fernando Haddad (PT).
E daí o governo golpista vai pintar e bordar, impondo todas as 'reformas' anti-nacionais e anti-povo que está planejando e que já foram amplamente denunciadas (previdência social, fim da CLT, extinção dos programas sociais, entrega do pré-sal, privatizações desnacionalizantes, arrocho salarial), mas que serão detalhadas apenas depois das eleições.

Tempos atrás eu postei um texto aqui no Facebook defendendo que fosse feito um acordo entre as forças progressistas, principalmente nas grandes cidades: Jandira apoiaria Freixo no RJ e Erundina apoiaria Haddad em SP. E isso seria feito já no 1o. turno.

Daí, teríamos candidaturas progressistas no segundo turno nas duas maiores cidades do país...

O mesmo poderia ser feito em outras cidades brasileiras: Raul Pont (PT) e João Paulo (PT) devem ir para 2o. turno em Porto Alegre e Recife e, assim, deveriam ter o apoio, das outras forças progressistas desde já.

Se as forças progressistas conquistassem esses 4 governos, seria uma bordoada e tanto na Direita golpista.

E o discurso da 'legitimação' do governo Temer cairia por terra.
Reforma da Previdência Social que o governo de Temer irá impor, sem discussão prévia com a sociedade, será imensamente prejudicial aos trabalhadores. Somente derrotas significativas dos partidos que apoiam o seu governo (PMDB, PSDB, DEM, PPS, PV, PR, PSC, PTB, SD, PRB, PRTB) nas eleições municipais é que poderiam sinalizar uma clara rejeição popular aos seus planos. 
Porém, como esses acordos não foram feitos, entendo que cabe aos próprios eleitores tomarem a iniciativa.

Independente do partido, entendo que os eleitores progressistas devem priorizar a escolha do candidato progressista com mais chances de vitória ou de ir para o 2o. turno (no caso das cidades com mais de 200 mil eleitores), a fim de saírem com capacidade lutar e de resistir aos planos de Temer.

Somente assim as forças progressistas terão alguma chance de opor uma resistência significativa aos planos do governo golpista e que são imensamente prejudiciais aos trabalhadores, aos mais pobres e até à classe média e aos setores produtivos, que dependem da renda da população para produzir e vender.

Por isso, devemos, sim, praticar o voto útil desde já, no primeiro turno da eleição. Depois não irá adiantar nada ficar chorando as pitangas e reclamando, e nem ficar culpando uns aos outros pela derrota.
Temer quer transformar a CLT em letra morta, abrindo espaço para que tudo que está na mesma venha a ser objeto de negociação entre empresários e trabalhadores. E isso será feito num ambiente econômico fortemente recessivo e de grande aumento do desemprego, o que irá enfraquecer a capacidade de luta e de resistência dos trabalhadores. 
Link:

Por que não é inútil debater o voto útil:


São Paulo: Haddad cresce e poderá disputar 2o. turno contra Doria (PSDB):


Rio de Janeiro: Marcelo Freixo tem chances de superar Pedro Paulo (PMDB) e de ir para o 2o. turno:


Governo Temer afunda o país na crise: Arrecadação de impostos despenca: 

http://www.tijolaco.com.br/blog/viva-recuperacao-economica-do-temer-arrecadacao-federal-cai-102/
Antes do movimento golpista ter início, no final de 2014, não havia crise econômica alguma no Brasil, sendo que o país encerrou 2014 com a menor taxa de desemprego da sua história (4,8% na média anual e 4,3% no mês de Dezembro). Foi o movimento golpista que jogou o pais na crise atual. 
Governo Temer quer pagar benefícios previdenciários com valor inferior ao Salário Mínimo:


Estelionato eleitoral: Governo Temer enviará propostas de Reforma da Previdência Social ao Congresso Nacional apenas depois da eleição municipal:


Setor de emprego foram encolhe e empregos sem carteira assinada voltam a crescer:

Nenhum comentário: