Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 26 de agosto de 2012

BNDES aprova financiamento de quase R$ 3,9 bilhões para a Vale!

BNDES aprova financiamento de quase R$ 3,9 bilhões para a Vale

23/08/2012 - Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - Financiamento no valor de R$ 3,882 bilhões foi aprovado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a mineradora Vale e permitirá a implantação do projeto Capacitação Logística Norte (CLN), que atenderá os estados do Maranhão e do Pará. O anúncio foi feito hoje (23) pelo banco. Desde 2007, o BNDES já concedeu financiamentos para a empresa no valor de R$ 8,744 bilhões.

A participação do BNDES corresponde a 52,3% do investimento total do CLN que, segundo a Vale, alcança US$ 4,114 bilhões e prevê a duplicação de 115 quilômetros da Estrada de Ferro Carajás, além da construção do quarto pier do terminal marítimo da Ponta da Madeira e a compra de locomotivas e vagões. As operações estão previstas para começar no primeiro semestre de 2014, informou a Vale por meio de sua assessoria de imprensa.

De acordo com o BNDES, o projeto vai ampliar em 30,4% a capacidade de transporte e embarque de minério de ferro do sistema logístico da Vale, o que significa elevar a capacidade para 150 milhões de toneladas por ano.

O banco acredita que o financiamento repercutirá de forma positiva sobre a indústria nacional de máquinas e equipamentos, por meio da encomenda de vagões e da expansão do emprego na região.

As obras irão gerar cerca de 15 mil empregos. A operação logística envolverá a criação de 1,6 mil postos de trabalho diretos e indiretos.

Um total de R$ 95 milhões será destinado pela Vale para a realização de ações sociais em 24 municípios do Maranhão e do Pará onde a empresa atua. A expectativa é que o projeto contribua para aumentar a competitividade da Vale no setor de mineração, onde o Brasil ocupa a segunda posição como maior produtor de minério de ferro do mundo.
 
Edição: Aécio Amado

Link:

Nenhum comentário: