Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 11 de agosto de 2012

Jornalista publica mensagem e reconhece que a mesma não tem fundamento! Pode isso, Arnaldo? - por Marcos Doniseti!

Jornalista publica mensagem e reconhece que a mesma não tem fundamento! Pode isso, Arnaldo? - por Marcos Doniseti!


Vejam que comentário absolutamente 'sem-noção' publicado no blog 'Poder Econômico', do iG:

"GM não pode demitir, mas bancões podem?


 
O Ministério da Fazenda reagiu à decisão da GM de demitir 1.500 empregados. Com razão. O setor automotivo está sendo beneficiado pelas medidas de renúncia fiscal  em vigência até o fim do mês.

Mas causa espanto, sobretudo ao Sindicato dos Bancários, o ministro Guido Mantega não manifestar nenhuma indignação ao fato de o Itaú-Unibanco cortar 9 mil vagas em um ano.

Tudo bem que as medidas de estímulo atingem os bancos no sentido oposto ao do setor automotivo. No entanto, o bom senso continua sempre em vigor para todos os setores.".


Vejam que o próprio jornalista reconhece que a comparação que ele faz não tem nenhum fundamento.

Então, é curioso que o próprio jornalista saiba  que a GM não pode demitir porque recebeu incentivos fiscais para manter os empregos e que os bancos estão sendo prejudicados com a redução dos juros (tanto da Selic, como dos bancos públicos), que reduzem os seus lucros e que, por isso, estão demitindo.





Assim, os bancos estão fazendo um ajuste para uma nova realidade, de juros bem menores do que aqueles que vigoravam no Brasil até alguns anos atrás.

Além disso, não existe nenhuma lei brasileira que impeça uma empresa privada de demitir algum funcionário quando ela bem entender, desde que pague os direitos trabalhistas dos demitidos.



Então, penso que seria melhor apagar esse post, hein, Jorge Félix!

Outra coisa: Ele diz que se os bancos demitem funcionários é culpa do governo, correto?

Então, quando as empresas contratam novos trabalhadores, o mérito também é do governo, certo?

E como foram gerados 17 milhões de empregos com carteira assinada entre 2003 e 2011 e a taxa de desemprego caiu de 10,5% (Dezembro de 2002) para 4,7% (Dezembro de 2011), então concluo que temos um excelente governo.

Enquanto isso, na UE, a taxa de desemprego passa de 11% e na Espanha é de quase 25%... Porque os críticos do governo Dilma não vão procurar empregos na UE, hein?

Boa Sorte na tentativa... rsrs

Link:

http://colunistas.ig.com.br/poder-economico/2012/08/10/gm-nao-pode-demitir-mas-bancoes-podem/#comment-12965

Nenhum comentário: