Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 23 de setembro de 2012

Em comício, PT inicia trabalho para reverter voto de petistas em Russomanno!

Em comício, PT inicia trabalho para reverter voto ‘equivocado’ em Russomanno - da Rede Brasil Atual, 22/09/2012 

Líderes do partido enfatizam relação de Fernando Haddad com Dilma, Lula e Marta e afirmam que o adversário do PRB, ‘amador’, não tem ideia de como administrar São Paulo 



Em comício, PT inicia trabalho para reverter voto ‘equivocado’ em Russomanno
Haddad considera que Russomanno "não sabe o que pode prometer" e "vai empurrando com a barriga" (Foto: campanha Haddad) 
 
São Paulo – O comício realizado hoje (22) pelo PT em Brasilândia, na zona norte de São Paulo, marcou o início da estratégia de trazer para Fernando Haddad o eleitor ligado ao partido e que neste momento manifesta intenção de votar em Celso Russomanno (PRB). Durante todo o evento, os líderes petistas trabalharam sobre a ideia de que o ex-ministro da Educação é o único representante dos governos Lula e Dilma nas eleições municipais.

“Tem muita gente equivocada. Você já imaginou acordar no dia depois da eleição e dar com quem pode dar? O que a gente vai fazer da vida esses quatro anos?”, manifestou a ministra da Cultura e ex-prefeita Marta Suplicy. “Tem um candidato que eles [os eleitores] gostam, mas não sabem muita coisa. Acham que sabem porque ele apareceu na televisão.”

Conforme apurou a RBA, pesquisas qualitativas realizadas pelo PT mostraram que o eleitor identificado com o partido e menos politizado entende que Russomanno também é representante do projeto de governo nacional liderado atualmente por Dilma Rousseff. Residiria aí uma das grandes dificuldades em garantir o crescimento de Haddad nas pesquisas de intenções de voto.

Com isso, o petista, que durante debate na segunda-feira (17) havia centrado fogo em José Serra (PSDB), principal oponente para chegar ao segundo turno, passou agora a destacar também suas diferenças em relação ao candidato do PRB. “Temos um fenômeno que temos de saber lidar, que é o Celso Russomanno. Pergunto a vocês se sabem quantos CEUs o Russomanno prometeu fazer. Sabem quantos quilômetros de ônibus o Russomanno prometeu fazer? Quantas escolas ou quantos hospitais? Vocês não sabem, eu não sei. E tem uma coisa que é pior: ele não sabe. Ele não sabe o que ele pode prometer”, disse. “Ele vai empurrando com a barriga. São Paulo não é uma cidade para amador tocar.”

Na mesma linha foi o discurso de Marta Suplicy, que ressaltou o fato de Russomanno pertencer a um partido pequeno e de sua trajetória política ser relativamente desconhecida do eleitorado. No principal ponto do discurso, a ministra lembrou que ela, Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva têm Haddad como único candidato na capital. “Os três estão falando: vota nele. Vota nele porque é o melhor. Vota nele porque é o bom”, destacou. “O outro ninguém sabe. Não dá para governar sozinho. Ninguém sabe a história, ninguém sabe a trajetória. Não tem programa. E aí peço para que vocês confiem na minha palavra.”

Propostas

A falta de propostas efetivas do candidato do PRB é um dos motes da campanha petista nas duas semanas restantes até o primeiro turno. A campanha eleitoral na TV começou a exibir hoje um vídeo dizendo que não se pode votar em alguém simplesmente porque é “amigão”. Na inserção, um homem diz no bar que votará no amigo. “Mas eu não tenho nenhuma proposta!”, se espanta o companheiro de mesa. “Na hora você inventa uma e tudo bem!”, responde o outro, acrescentando que para ser prefeito basta dizer que entende de “eletrodoméstico, troca de mercadoria, garantia”.

Conhecido pela quase totalidade do público, Russomanno alcançou popularidade graças a programas de televisão nos quais aborda os direitos do consumidor. Haddad aproveitou o comício em Brasilândia para destacar esta questão e rebater o que acredita ser um desconhecimento do adversário sobre a viabilidade da implementação do Bilhete Único Mensal. Segundo o petista, o cartão no valor de R$ 140 para permitir viagens ilimitadas consumiria 1% do orçamento municipal. Em sentido contrário, o político do PRB afirma que é necessário cobrar um valor maior de quem faz um trajeto mais longo.
 
“Não é por mal: é por desconhecer a administração pública”, lamentou Haddad, acrescentando que a proposta acabaria por punir os mais pobres, que fazem deslocamentos longos. “Cidadão não é só consumidor. Você para o SUS? Não. Você para a educação pública? Não. Não é uma relação de compra. É uma relação de direito.”

Militância

Os presentes ao comício reforçaram o pedido para que a militância vá às ruas nas próximas semanas e ajude a esclarecer quem é o candidato de Dilma e Lula. O presidente do PT, Rui Falcão, cobrou atenção aos boatos que possam surgir nesta reta final e que não se dê ouvido aos resultados mostrados pelas pesquisas eleitorais. "De hoje até o dia 7 é gente na rua, pedindo voto, desfazendo mentiras e com nossas propostas."

Pesquisa Datafolha divulgada esta semana mostrou uma queda de Haddad, agora com 15% das intenções de voto, e a recuperação de Serra, que teria ido a 21%. Neste sábado, pesquisa do Vox Populi encomendada pelo PT e divulgada pelo colunista da Folha de S. Paulo Josias de Souza teria indicado resultado diferente: Haddad, com uma ascensão de quatro pontos, estaria com 18% do total, um ponto a mais que o tucano, que teria recuado quatro pontos.

“Vamos trabalhar dia e noite agora porque quando o petista se mete a trabalhar ninguém segura”, cobrou Marta Suplicy. “Quando chega perto dos últimos dias a metralhadora contra a gente é muito pesada. E as pesquisas só aprontam com a gente.”

Link:

http://www.redebrasilatual.com.br/temas/politica/2012/09/em-comicio-pt-inicia-trabalho-para-reverter-voto-2018equivocado2019-em-russomanno


Meu Comentário!

Antes tarde do que nunca! - por Marcos Doniseti!

Demorou, mas a campanha de Haddad acordou para aquilo que eu já vinha dizendo desde o final de Agosto, quando ele empatou tecnicamente com Serra, ou seja, de que Russomanno é o adversário a ser batido nesta eleição na capital paulista.

Vejam o que escrevi no dia 30/08/2012 no texto "Por que Haddad e Russomano deverão se enfrentar no 2o. turno! - por Marcos Doniseti!"

Análise adicional!

Se eu fosse da coordenação da campanha de Haddad, esqueceria do Serra e já começaria a pensar numa estratégia para enfraquecer e desgastar Russomano e daria a isso um caráter de prioridade máxima.


Existe uma clara tendência no sentido de 'afunilamento' dos votos em direção à Russomano (conservadores) e Haddad (progressistas). 


Se a campanha do petista demorar para começar a tentar desgastar Russomano, corre-se o risco de que este continue crescendo, consolide os seus votos e acabe ganhando a eleição ainda no 1o. turno. 


E daí, quando Haddad começar a pensar em fazer algo deste tipo (polarizar com Russomano) já será tarde demais.


Até há alguns dias atrás, pensei que Chalita iria dar uma arracanda e atrair o voto conservador que se desencantou com a dupla Serra-Kassab. Mas tudo indica que isso não aconteceu devido à força de Russomano que conseguiu atrair esse voto tucano-conservador para a sua candidatura devido ao rápido processo de esvaziamento da candidatura de Serra (este deverá terminar a eleição com, no máximo, uns 10% dos votos).


E Russomano tem uma forte penetração junto ao eleitorado mais popular de São Paulo, onde tem muitos eleitores conservadores, também, principalmente em questões de comportamento. 


Quando Russomano disse, recentemente, que desejava 'uma igreja em cada quarteirão', foi para esse eleitorado popular-conservador que ele estava falando, a fim de consolidar a sua candidatura entre o mesmo. E se ele conseguir isso e, ao mesmo tempo, conseguir atrai o voto da classe média-alta anti-petista (nos bairros de classe média-alta da capital paulista os candidatos de Direita chegam a obter 80% dos votos válidos), ele ganhará a eleição e isso poderá vir a acontecer ainda no 1o. turno.  


Além disso, se
a candidatura de Celso Russomano continuar crescendo, atraindo o voto conservador, tanto o de extração popular, como o de origem mais elitista, muitos eleitores petistas que, atualmente, simpatizam com a sua candidatura, também poderão votar nele. Ele receberá o famoso voto 'útil', de quem vota em quem está liderando a disputa. Este é o eleitor que não gosta de 'perder o voto'.

Com tudo isso, Russomano terá chances reais de vencer a eleição ainda no 1o. turno. 


Portanto, a campanha de Haddad tem que começar a desgastar o candidato do PRB desde já, a fim de polarizar a eleição com o próprio e, assim, atrair os votos dos petistas restantes que continuam tendo a intenção de votar nele, Russomano.


Acorda, Haddad! Serra já era! Russomano é o adversário a ser batido nesta eleição!


Link:

http://guerrilheirodoanoitecer.blogspot.com.br/2012/08/por-que-haddad-e-russomano-deverao-se.html

Nenhum comentário: