Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Carlos Grana (PT) tem 59%, contra 41% de Aidan (PTB) em Santo André!


Grana amplia vantagem sobre Aidan Ravin - da Rede BomDia

Candidato à prefeitura pelo PT sobe 2 pontos e aparece com 45%, 14 a mais que concorrente do PTBFÁBIO SALES








A dois dias da escolha do novo prefeito de Santo André, a última pesquisa realizada pelo Instituto Scenso - Pesquisa de Opinião Ltda -, indica  que o candidato à prefeitura Carlos Grana (PT) ampliou a vantagem em relação ao concorrente à reeleição Aidan Ravin (PTB). O petista subiu dois pontos e agora aparece com 45% das intenções de voto, enquanto o petebista oscilou dois pontos percentuais para baixo e agora tem 31%.
De acordo com o levantamento, se a eleição fosse hoje, Carlos Grana seria eleito prefeito com 59 % contra 41% de Aidan Ravin  nos votos válidos (votação adotada no dia da eleição quando são excluídos os sufrágios brancos e nulos). 
 
A sondagem ouviu 600 pessoas entre os dias 24 e 25 de outubro. A margem de erro do levantamento é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa  está registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), sob o protocolo número SP-01919/2012.
 
Na pesquisa realizada há duas semanas, o petista abria dez pontos de vantagem (43% a 33%).
O levantamento estimulado aponta ainda que o número de brancos e nulos subiu de 12% para 14%, em relação a pesquisa anterior. O eleitorado que ainda não sabe em quem votar caiu de 12% para 10%.   
ESPONTÂNEA / Na sondagem espontânea  - quando não são apresentados no disco os nomes dos postulantes - Carlos Grana (PT) também segue na dianteira com 41% das intenções de voto. Já  Aidan Ravin (PTB) manteve  30%. Os eleitores que não sabem em quem votar somam 15%. Já os que disseram votar em branco ou nulo atingiram 14%.
REJEIÇÃO/ Quando o eleitor é questionado sobre qual dos dois candidatos não votaria de jeito nenhum, o prefeito Aidan Ravin assume a liderança com 35% (3 pontos a mais do que a pesquisa Scenso divulgada há duas semanas). Carlos Grana  aparece com 23 % (3 pontos a mais do que o levantamento anterior).
AVALIAÇÃO DO GOVERNO/ Os entrevistados também avaliaram o desempenho da gestão Aidan Ravin durante os últimos quatro anos. O resultado praticamente não alterou. Mais da metade dos eleitores desaprovam a atual administração: 53% (um ponto percentual a menos do que no último levantamento . Por outro lado, o petebista manteve  aprovação de 37%.
FAIXA DE IDADE/ Aidan alcança o melhor cenário contra Grana junto aos eleitores com 60 ou mais. O petebista tem 45% contra 30% do petista. Já o candidato do PT obtém a maior vantagem entre os entrevistados de 24 a 35 anos. Grana atinge 43% contra 17% de Aidan.
 
GÊNERO/ Em relação ao eleitorado masculino, Grana aumenta a dianteira: 49% contra 31%. Já entre o universo feminino, a diferença do candidato do PT em relação ao prefeiturável do PTB diminui para 10%. (41% a 31%).
CENÁRIO ESTABILIZADO/ Faltando dois dias para o pleito, o cenário em relação ao último levantamento pouco se alterou. É o que avalia o  sociólogo Marcos Soares, diretor do Instituto Scenso. “Os números se estabilizaram. Este ligeiro aumento do candidato Carlos Grana se deve mais a desaprovação do atual governo, que atinge 53%, o que contribui para o percentual de um candidato opositor”, analisa.
PERCENTUAL ALTO/ Para o sociólogo, o índice de 24% (somados os votos brancos, nulos e indecisos) ainda é considerado alto às vésperas da eleição. “É um patamar que normalmente decide seu voto somente na véspera”.
 
Soares analisa que o maior empecilho para o prefeito Aidan Ravin amealhar eleitores indecisos é a desaprovação da gestão. “ É  difícil convencer este nicho do eleitorado quando se carrega rejeição maior do que a metade”, resume, em relação ao quadro apresentado.
Carlos Grana alcançou no primeiro turno 42,85% contra 37,2% de Aidan Ravin.
Soares afirma que votos ‘adversários’ fez diferençaO sociólogo reiterou que a estabilidade dos números apresentados a treze dias se refere à migração de sufrágios dos postulantes que declararam apoio ao petista. 
Grana leva a melhor também na ‘escolaridade’Entre os entrevistados que tem ensino médio, o petista alcança a maior vantagem: (47% contra 29%); já entre os eleitores do ensino superior a diferença é apertada: (37% contra 32%)..
Link:

Nenhum comentário: