Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Dilma rebate Serra e diz que é seu dever ‘meter o bico em SP’!


Dilma rebate Serra e diz que é seu dever ‘meter o bico em SP’ - do Vermelho


Em resposta ao candidato derrotado do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, que amarga o terceiro lugar nas sondagens de opinião pública e vê cada vez mais distante a possibilidade de chegar ao segundo turno, a presidenta Dilma Rousseff disse que tinha “gosto” de “meter o bico” em São Paulo. Serra, de maneira mal-educada, afirmara na semana passada que a presidenta não devia “meter o bico” na maior cidade do Brasil.


Cesar Ogata
Lula, Dilma e Haddad
Dilma e Lula participam de comício pró Haddad em Itaquera, na zona leste de SP
Arrogante, o decadente cardeal tucano considera que São Paulo – estado e município – são monopólio do seu neoliberal e conservador PSDB. Pensa que o fato de o estado ser governado pelo direitista Geraldo Alckmin e a cidade caoticamente administrada pelo também direitista, ex-pefelista Gilberto Kassab, lhe dá o direito de impedir a presidenta da República de governar o país focando suas políticas públicas, entre outras, na cidade mais populosa do país.

Será que os instintos mais reacionários das oligarquias paulistas estão acometendo Serra que, desvairado com tantas sucessivas derrotas eleitorais, invoca o espírito golpista e separatista, antinacional dos reacionários fracassados de 1932?!

“Estou aqui hoje metendo meu bico nesta eleição – respondeu Dilma –  porque para o Brasil, São Paulo é, sobretudo, o lugar onde milhares de brasileiros vivem. Não tem como dirigir o Brasil sem meter o bico em São Paulo", disse uma animada presidenta ao participar na noite desta segunda-feira (1º), pela primeira vez, de um comício eleitoral em prol do candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, na Zona Leste da capital. 

Ainda em resposta aos ataques acintosos de Serra e demais dirigentes do PSDB, Dilma elogiou os dois períodos de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, fazendo o público delirar com o famoso coro: 'Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula'.

"Fico mais feliz ainda quando estou com o Lula porque sabemos que se tem um homem neste país que fez a diferença, este homem se chama Luiz Inácio Lula da Silva. É um homem que o mundo respeita e está no coração porque merece estar no coração porque mudou o nosso país. Tenho muito orgulho de suceder o Lula porque ele deixou uma herança bendita", disse, deixando claro que a herança que Lula havia recebido dos tucanos foi uma herança maldita. "Tem gente por aí que tenta mudar essa situação, mas não se muda o fato de que ninguém vai tirar de nós essa herança bendita que Lula nos deixou”, enfatizou, ao explicar o valor da obra realizada pelo ex-presidente Lula.

No comício, que teve a participação, dentre outros, de Haddad, Lula, da ministra da Cultura, Marta Suplicy, do senador Eduardo Suplicy, de Ana Estela, mulher do candidato, que foi elogiada pela presidenta, e de correligionários da coligação de Haddad, entre eles representantes do PCdoB, a presidenta pediu que os presentes votassem em Haddad no dia das eleições. 

E elogiou o candidato: "Fernando Haddad é um realizador de sonhos, uma pessoa que, asseguro, é um homem decente, honesto, trabalhador, este homem que eu tenho certeza que pode dirigir a Prefeitura de São Paulo. Venho aqui hoje dar o meu testemunho em favor de Fernando Haddad, tenho certeza de que São Paulo crescerá, se desenvolverá e será uma cidade muito mais humana".

Dilma lembrou que esteve presa em São Paulo e agradeceu 'a proteção' que a cidade lhe proporcionou naquele período difícil. "Estive presa aqui, São Paulo faz parte da minha luta e foi uma cidade que me acolheu, me protegeu, cidade à qual devo não só respeito por ser a maior cidade do Brasil, mas devo gratidão por ter me protegido, ter me acolhido", frisou, e pediu novamente votos para o candidato Haddad: "Venho ajudar Haddad porque sei quem é, conheço, não falo mal de ninguém, mas este pessoal que vive falando mal dos outros, devemos ficar de olho aberto, são intolerantes, este pessoal não é o nosso pessoal. O Haddad é companheiro de fé porque melhorou a nossa educação, levando esperança a quem não tinha." 

Da Redação do Vermelho


Link:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=195194&id_secao=11

Nenhum comentário: