Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 6 de outubro de 2012

Queda de Russomanno se deve à fragildade de sua candidatura! - por Zé Dirceu!


Zé Dirceu - A dois dias das eleições de domingo, em Sampa tudo é possível - do blog do Zé Dirceu
Publicado em 05-Out-2012
ImageCelso Russomanno continua caindo nas pesquisas diárias dos partidos - traking - e seu comportamento público revela que sentiu o golpe. A questão, agora, é: quem vai para o 2o turno? E, quem vai em primeiro lugar?

Na pior hipótese para nós, Serra e Celso Russomanno estão empatados. Mas Haddad está empatado com Serra também, dentro da margem de erro. No entanto nosso candidato está crescendo nas zonas Sul e Leste que têm 63% do eleitorado.

Serra tem a máquina dos dois governos, mas rejeição altíssima, assim como o governo Kassab. Haddad tem a militância e o eleitorado petista, que pode levá-lo ao segundo turno, até em 1º lugar. Não é impossível. Por isso, a garra da militância, nessas últimas horas, pode definir muita coisa.

Celso Russomanno disse acreditar que vai para o 2º turno, apesar de todas as pesquisas - Datafolha, IBOPE... - apontarem que ele está caindo. Pelo Datafolha, entre a penúltima e a última, caiu 5 pontos nas intenções de voto. Pela última, o candidato já aparece tecnicamente empatado com José Serra.

Russomanno queixou-se de que está sendo difícil se defender dos ataques dos adversários. Definição dele para o que vive nestes dias: está sendo “massacrado”.

"Apesar de tudo, nós nos mantemos em 1º lugar ainda. E vamos para o 2º turno. No 2º temos mais tempo de TV que os outros candidatos têm. Hoje, tenho dois minutos e eles têm sete cada um. É muito difícil mostrar as propostas e até se defender dos ataques que estou sofrendo. De tanto massacrar, massacrar, a mentira vai parecer que é verdade", afirmou. Referia-se especificamente às críticas à sua proposta de bilhete proporcional.

O problema é que a proposta do valor da passagem de ônibus ser proporcinal ao percurso era mesmo muito ruim, e foi destruída pela crítica de Haddad. Uma tremenda pisada em falso. E não adianta culpar ninguém por isso. É um problema dele mesmo, da fragilidade da sua campanha.


Link:


Nenhum comentário: