Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

2007-2012: seis anos que abalaram os bancos - por Eric Toussaint!


2007-2012: seis anos que abalaram os bancos - por Eric Toussaint, da Carta Maior



O cenário repetiu-se pelo menos trinta vezes na Europa e nos EUA desde 2008: os poderes públicos estiveram sempre (e sistematicamente) ao serviço dos bancos privados, financiando o seu resgate através do endividamento público. Contrariamente ao discurso dominante, a principal ameaça para os bancos não é a suspensão do pagamento da dívida de Estados. Desde 2007, nenhuma das falências bancárias foi causada por essa falta de pagamento. Primeira parte do artigo "Bancos contra povos: os bastidores de um jogo manipulado!", de Eric Toussaint.

Nenhum comentário: