Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 5 de janeiro de 2013

FGTS terá orçamento de R$ 48,9 bilhões este ano!


FGTS terá orçamento de R$ 48,9 bilhões este ano - 04/01/2013 - 10h05 - Kelly Oliveira - Repórter da Agência Brasil


Área de mobilidade urbana terá um orçamento de R$ 6 bilhões originários do FGTS em 2013.

Brasíllia – A Caixa Econômica Federal publicou circular no Diário Oficial da União com a distribuição por áreas dos recursos do orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No total, são R$ 48,9 bilhões previstos para este ano.
Desses recursos, R$ 20 bilhões estão destinados à concessão de financiamentos a pessoas físicas e empresas, que beneficiem famílias com renda mensal bruta de R$ 3.275 enquadradas no Programa Minha Casa, Minha Vida.
A circular estabelece também que R$ 5,345 bilhões serão destinados à produção ou aquisição de imóveis novos do programa. Além disso, R$ 120 milhões irão para o financiamento de imóveis do Minha Casa, Minha Vida situados em áreas rurais e mais R$ 1 bilhão para financiamentos que não estão enquadrados em programas específicos.
O orçamento também prevê a destinação de até R$ 4,4 bilhões para o saneamento básico, em financiamentos concedidos aos governos regionais. Pelo texto publicado hoje, R$ 800 milhões serão para operações de crédito com mutuários do setor privado.
Na área de infraestrutura urbana, até R$ 6 bilhões vão para operações de crédito para projetos de mobilidade urbana do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. Até R$ 1 bilhão, alocados em nível nacional, vão para a execução de ações não inseridas no PAC.
Edição: Juliana Andrade
Link:

Nenhum comentário: