Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

“Temos de assegurar que tragédias como essa jamais se repetirão”, diz Dilma!


“Temos de assegurar que tragédias como essa jamais se repetirão”, diz Dilma

28/01/2013 - 18h49 - Stênio Ribeiro e Wellton Máximo - Repórteres da Agência Brasil
Brasília - Emocionada e com a voz embargada, a presidenta Dilma Rousseff pediu que os prefeitos de todo o país atuem para evitar a repetição de tragédias como o incêndio em Santa Maria (RS) . Na abertura do Encontro Nacional de Novos Prefeitos, em Brasília, Dilma conclamou os gestores de todas as esferas de Poder para assumirem a responsabilidade de fiscalizar locais públicos e de concentração de pessoas.
“Falo da dor para lembrar responsabilidade que todos nós, do Poder Executivo, temos com a população. Diante da tragédia, temos de assegurar que ela jamais se repetirá”, disse a presidenta ao abrir o encontro.
Antes de iniciar o discurso, Dilma pediu um minuto de silêncio em homenagem aos 231 mortos no incêndio na Boate Kiss. Ela ressaltou que a pior consequência da tragédia foi ter impedido pessoas jovens de concluírem os estudos e desenvolver o potencial no mercado de trabalho.
“[As vítimas] eram jovens. Tinham sonhos. Podiam ser nossos futuros prefeitos e prefeitas, presidentes e presidentas, cientistas, agrônomos, psicólogos e juízes. Eles podiam ser os filhos e netos de cada um de nós”, disse Dilma.
A presidenta citou a visita que fez aos parentes das vítimas na tarde de ontem (27), ressaltando ter ficado emocionada com os relatos de pais que perderam os filhos na tragédia. “Eles [os mortos] infelizmente não tiveram oportunidade de cumprir o sonho de cada mãe. A dor que presenciei é indescritível”, disse a presidenta. Ela destacou que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, não pôde comparecer ao encontro dos prefeitos. Segundo Dilma, o ministro permanecerá em Santa Maria até que sejam esclarecidas as circunstâncias do incêndio e a situação dos feridos.
Edição: Fábio Massalli
Link:

Nenhum comentário: