Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Desemprego em Portugal vai a 16,5%!

Desemprego em Portugal vai a 16,5%

Índice é o terceiro maior da zona do euro, atrás de Grécia (26,8%) e Espanha (26,1%)

Por: Redação da Rede Brasil Atual - 
Publicado em 02/02/2013
São Paulo - A taxa de desemprego em Portugal subiu para 16,5% em dezembro de 2012, ligeiramente acima do valor observado no mês anterior (16,3%) e superior aos 14,6% de um ano antes, segundo dados divulgados hoje pelo Eurostat.
Em toda a zona euro, o desemprego ficou em 11,7% em dezembro. Na UE permaneceu também estável nos 10,7%, pelo terceiro mês consecutivo nos dois casos.
Entre os Estados-membros, Portugal continua a ter a terceira taxa de desemprego mais elevada, apenas atrás da Grécia (26,8%, valor referente a outubro) e da Espanha (26,1%), enquanto Áustria (4,3%), Alemanha e Luxemburgo (5,3% cada) apresentam as taxas mais baixas.
Na comparação homóloga, as maiores subidas na taxa de desemprego verificaram-se na Grécia (19,7% para 26,8% entre outubro de 2011 e outubro de 2012), no Chipre (de 9,7% para 14,7% entre dezembro de 2011 de dezembro de 2012), na Espanha (de 23,2% para 26,1, no mesmo período) e em Portugal (de 14,6% para 16,5%).
Entre os jovens (com menos de 25 anos), o desemprego em Portugal foi de 38,3% em dezembro, ligeiramente inferior aos 38,7% em novembro de 2012.
De acordo com as estimativas do Eurostat, gabinete oficial de estatísticas da União, em dezembro de 2012 existiam 25,926 milhões de pessoas desempregadas na UE, das quais 18,715 milhões na zona euro.
Link;

Nenhum comentário: