Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Lula, Dilma e a herança 'trágica' - por Marcos Doniseti!

Lula, Dilma e a herança 'trágica' - por Marcos Doniseti!


Lula deve estar dizendo para o Guardiola: Meu Corinthians foi Campeão Mundial de 2012 e ganhamos daquele time que eliminou vocês da Liga dos Campeões. 


Diz que o puxa-saco do FHC, chamado Arnaldo Jabor, cuja ex-esposa foi assessora do Serra, falou que a herança de Lula-Dilma é uma verdadeira desgraça para o Brasil. 

Bem, vou listar alguns itens dessa herança 'trágica' dos governos Lula e Dilma, ok? Vamos lá, então:

1) Menor desemprego da história (menos da metade do que tínhamos no gov. FHC); 

2) Menor inflação da história (metade da acumulada no gov. FHC);

3) 50 milhões de brasileiros subiram de classe sócio-econômica;

4) Brasil paga a dívida com o FMI, do qual vira credor;

5) Maior aumento real para o salário mínimo em 60 anos;

6) Forte aumento dos gastos sociais federais, que passaram de 7,5% do PIB para 10,5% do PIB;

7) Menor taxa Selic da história;

8) Maiores reservas internacionais líquidas da história, com quase US$ 380 bilhões em caixa;

9) Menor concentração de renda da história, como mostra o índice de Gini, combinando crescimento econômico com melhor distribuição de renda;

10) Política Externa soberana e independente, recusando a ALCA e fortalecendo os laços com os países emergentes.

Assim não pode! Assim não dá!

Nenhum comentário: