Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Inferno está em festa: Thatcher, que ferrou com os trabalhadores, morre aos 87 anos!

Inferno está em festa: Thatcher, que ferrou com os trabalhadores, morre aos 87 anos!
Dois notórios criminosos e assassinos que, cada um a sua maneira, procuraram ferrar com os trabalhadores, a fim de facilitar a exploração dos mesmos pelos capitalistas. 

Morreu a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thathcer.

Assim, o Inferno está em festa: Reagan, Pinochet, Hitler, Somoza, Médici, Trujillo, entre outros ditadores que foram notórios criminosos e assassinos direitistas e reacionários, a receberão de braços abertos, sem dúvida alguma. 

Essa mulher foi a responsável por começar a implantar o Neoliberalismo, que está destruindo com nações inteiras e reduzindo inúmeros povos à pobreza e à miséria. 

Vide o que acontece, hoje, em países como Itália, Espanha, Grécia, Portugal, Chipre... 


O mesmo aconteceu com os países da América Latina na década de 1990 com os governos de FHC, Fujimori, Menem, Salinas de Gortari, Sanchéz de Lozada, entre outros, que adotaram as mesmas políticas neoliberais preconizadas por Thatcher e Reagan, eliminando direitos sociais, trabalhistas e previdenciários, arrochando os salários dos trabalhadores, tentando destruir com a capacidade de luta e de organização das classes trabalhadores, precarizando fortemente as relações de trabalho.

Tudo isso foi feito com o objetivo de facilitar e de intensificar o processo de exploração dos trabalhadores pelos capitalistas. 

Além disso, Thatcher apoiou intensamente e se tornou amiga próxima do Ditador chileno Augusto Pinochet, cujo governo tirânico foi responsável pela morte de mais de 3 mil chilenos durante a sua Ditadura sanguinária, corrupta e assassina. 


Thatcher também apoiou o Apartheid, regime racista da África do Sul, e os militantes do Partido Conservador britânico chamavam Nelson Mandela e os integrantes do CNA (organização liderada por Mandela) de 'carniceiros'. 


Para Thatcher, Mandela não passava de um 'carniceiro'.
Thatcher foi apelidada de 'Dama de Ferro': E que cada época tem a sua Dama de Ferro (para ferrar com os trabalhadores, é claro): Antes, era Thatcher. Agora, é Merkel.

Em comum, está o fato de que ambas, Thatcher e Merkel, procuraram (cada uma em seu devido período da história) prejudicar os trabalhadores, aos quais procuram destruir com a capacidade de luta e de organização, para facilitar a exploração dos mesmos pelos capitalistas.

Então, Thatcher foi tarde. 


E que Angela Merkel seja a próxima. 



Obs: Alguns estão dizendo que não devemos atacar Thatcher nesse momento em que ela morreu. 

Mas quem foi que disse que Thatcher morreu? 

A grande obra da vida dela, o Neoliberalismo, está mais vivo do que nunca e reduzindo nações e povos inteiros à miséria. 

A obra dela vive. Infelizmente. 

E por isso ela e sua obra precisam ser combatidos, do contrário irão levar à Humanidade a uma Era das Trevas.

Quem viver, verá. 


Cada época tem a 'Dama de Ferro' que é mais conveniente aos interesses do Grande Capital para ferrar com os trabalhadores. Thatcher e Merkel: Tudo a Ver!
Links:

Morte de Thatcher:

http://www.ebc.com.br/noticias/internacional/2013/04/morre-margaret-thatcher

Thatcher apoiou o Apartheid da África do Sul:

http://www.diplomatique.org.br/print.php?tipo=ar&id=735&PHPSESSID=0916823a1907282d57e3a261268b3d5f

Nenhum comentário: